Moisés Nascimento/Estadão
Moisés Nascimento/Estadão

'Vamos fazer esforço absurdo para contratar Pato', afirma Aidar

Contrato de empréstimo do jogador termina em dezembro

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

04 de setembro de 2015 | 14h06

O presidente Carlos Miguel Aidar apresentou nesta sexta-feira o novo plano de gestão do São Paulo. Sem mostrar alterações radicais no organograma, o modelo adota a contratação de executivos remunerados para cada área e prevê a contratação de uma auditoria para examinar os contratos e os balanços de 2013 e 2014. Aidar também reafirmou a intenção de adquirir os direitos de Pato em dezembro, quando termina seu contrato de empréstimo.

"Vamos fazer um esforço absurdo para contratar o Pato. O projeto está em andamento. Com certeza não é carnê, é mais consistente", afirmou o presidente em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, no CT da Barra Funda.

Durante o evento, o presidente apresentou as finanças do São Paulo e reconheceu que o clube depende da venda de atletas. De acordo o mandatário, 75% do resultado operacional são relativos à venda de atletas. O presidente também comentou uma análise financeira feita pelo Itaú BBA que afirmava que o clube estava a ponto de explodir.

"A situação financeira do São Paulo é muito melhor que a maioria dos clubes que também foram analisados pelo relatório do Itaú BBA. O comentário final, que foi ''retirado o pino e o clube está perto de explodir'', foi um grande exagero. O cidadão que escreveu isso foi extremamente infeliz. Se o São Paulo não explodir até o ano que vem, eles é que terão de se explicar", afirmou.

O presidente evitou criticar as administrações anteriores. "Não importa quem abriu o buraco da dívida no São Paulo. O que preciso é fechar. Minha preocupação é com o futuro, não adianta ler o livro de frente para trás", disse o presidente. "Precisamos de R$ 100 milhões para fechar o ano em condições melhores".

Aidar revela a busca por um patrocinador master. "Conseguimos alguns patrocinadores importantes (Under Armour, Gatorade, Copa Airlines). Agora vamos buscar um patrocinador master. Vamos contratar uma agência para fazer isso", disse o presidente.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSão Paulo FCAidarPato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.