Vampeta acha que lista está completa

Vampeta não quer fazer do clássico deste domingo contra o São Paulo o "passaporte" para a Copa do Mundo. Amanhã, o técnico Luiz Felipe Scolari vai divulgar os 23 nomes da seleção que serão enviados à Fifa para a disputa do Mundial da Coréia/Japão. O volante do Corinthians é um dos jogadores que esperam fazer parte da lista de Felipão. "Mas não será com um jogo que o treinador se decidirá por um nome. Acho que a lista já está fechada", admite o craque do Corinthians. Diante desse raciocínio, o volante do time do Parque São Jorge não acredita que a atuação na rodada deste fim de semana possa tirar alguma dúvida do treinador da seleção. "E tem mais: não adianta você desequilibrar em um jogo e depois não ir mal nas partidas seguintes. Po isso, acho que o técnico há tempos já fez a lista. Tem o grupo definido. É claro que eu espero fazer parte", disse Vampeta. Apesar de não ter feito parte das últimas convocações de Scolari, Vampeta admite que está tranqüilo e vai aguardar a convocação com muita expectativa. Ele nem admite o risco de ficar fora da Copa. Mas enquanto não chega o momento da divulgação dos nomes, o jogador ressaltou que sua cabeça, no momento, está voltada apenas para a primeira partida da decisão do Torneio Rio-São Paulo. Depois de passar um ano ruim em 2001, sem ganhar títulos, Vampeta, nessa sua volta ao Corinthians, quer retomar o caminho das conquistas. "Quero começar a temporada sendo campeão do Rio-São Paulo e da Copa do Brasil", afirmou. "Desde 1997 que venho decidindo campeonatos." Vampeta destaca que o Corinthians, sob o comando do técnico Carlos Alberto Parreira, está em grande fase, mostrando um futebol solidário, competitivo e com muita objetividade. O jogador disse ainda que o fato de o adversário correr o risco de não contar com Kaká, que se recupera de uma torção no tornozelo direito, poderá beneficiar o Corinthians. O meia-atacante adversário sofreu a contusão, ao levar um pisão de Vampeta no jogo de quarta-feira, no Morumbi, pelas semifinais da Copa do Brasil. "O Kaká hoje é um dos maiores jogadores do futebol brasileiro. Ele não atuando domingo será bom para nós. É claro que o São Paulo perde muito sem ele", admitiu Vampeta, dono de de 50% do vínculo federativo. A outra parte pertence ao Flamengo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.