Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Vampeta e Edílson aceitaram ganhar menos

O Vitória conseguiu reunir novamente o volante Vampeta e o atacante Edílson. Os dois pentacampeões, ambos baianos, fecharam contrato até dezembro e são os grandes reforços do clube para a temporada. Segundo o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, a contratação dos dois jogadores só foi possível graças à grande vontade demonstrada por eles de atuar no clube baiano. Edílson e Vampeta têm negócios na Bahia e estavam, no momento, sem time para jogar em 2004.Vampeta, por exemplo, estava em sua cidade natal, a baiana Nazaré das Farinhas, onde passava o tempo pescando e jogando dominó com os amigos, desde que teve seu contrato rescindido com o Corinthians, em dezembro. Ele financia uma fundação na cidade e tem pretensões de seguir a carreira política na Bahia.Já Edílson virou empresário da noite. Ele possui uma casa de espetáculos em Salvador e financia grupos de pagode e blocos carnavalescos. No começo do ano, como prolongou as férias na Bahia, o atacante rompeu contrato com o Flamengo.Para administrar os negócios na Bahia, os dois aceitaram receber do Vitória um salário menor do que costumam ganhar. Cada um deve ganhar cerca de R$ 60 mil mensais - valor bem inferior ao que recebiam em Corinthians e Flamengo. O clube baiano terá ajuda, inclusive, de 5 empresas para cumprir esse compromisso.Além disso, pesou o fato de serem grandes amigos e de poderem jogar novamente juntos, como fizeram com sucesso no Corinthians."O Vitória arranca decisivamente para se ombrear aos maiores clubes do Brasil e passa a ser um forte disputante a todos os títulos nessa temporada. Vamos buscar os tão sonhados título brasileiro e a participação na Libertadores da América", disse o eufórico presidente do clube, depois de confirmar a contratação dos dois.Paulo Carneiro não soube informar, contudo, quando os dois reforços vão estar em condições de atuar no time. "Eles precisam fazer avaliação física e só depois disso teremos uma idéia de quando vão entrar no time."A dupla foi apresentada na tarde desta sexta-feira, numa churrascaria da orla marítima de Salvador, com direito à presença de torcida organizada e fogos de artifício. Formado nas categorias de base do clube, Vampeta fez questão de lembrar sua longa caminhada no mundo do futebol. "Depois de dez anos estou voltando ao Vitória e, ao longo desse tempo, eu e o Edílson ganhamos praticamente tudo que um atleta sonha ganhar dentro de um país. Tive 57 convocações para a seleção brasileira, mas o bom filho sempre à casa retorna", afirmou o volante, sem perder a oportunidade de lançar uma de suas provocações. "Já vamos mandando um recado para o pessoal de fora: o Vitória vai chegar e pode ter certeza de que quando eles vieram, vão levar pau aqui na Bahia. Vamos lutar para ser campeões."Edílson, que saiu cedo do futebol baiano, fez a tradicional jura de amor pela sua nova equipe. "A gente sempre torceu e vestiu a camisa do Vitória", garantiu o atacante, revelando sua satisfação em atuar no clube para atender a um desejo de vários parentes e amigos. O novo reforço aproveitou para convocar a torcida a comparecer aos jogos do time em Salvador. "O Vitória está mostrando que é uma equipe grande e por essa razão, os torcedores precisam freqüentar o estádio", disse Edílson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.