Vampeta transfere o favoritismo

Ao contrário das semifinais, quando colocou o Corinthians como favorito diante do Palmeiras, o volante Vampeta mudou de atitude. Para as finais do Campeonato Paulista, ele deixou o Corinthians em segundo plano e transferiu o favoritismo para o São Paulo. Nesta quinta-feira pela manhã, mesmo provocado pelos jornalistas que acompanham as atividades do time, acabou usando um discurso que misturou diplomacia e ironia. ?O São Paulo é favorito?, disse ele, ao final dos treinos da manhã. Para Vampeta o favoritismo do São Paulo se justifica por uma série de razões. A principal delas, segundo ele, é a de que o Tricolor vai para esta partida com motivação extra, depois que foi eliminado pelo Corinthians duas vezes no ano passado - Copa do Brasil e Rio-SP. ?Se eu fosse jogador do São Paulo estaria com o Corinthians engasgado na garganta. Da mesma forma que eu quero pegar o Santos para devolver a derrota da final do Brasileiro, acho que eles (os jogadores do São Paulo) querem pegar a gente?, avaliou.Provocado pelos repórteres, que sempre esperam dele uma declaração polêmica, Vampeta se conteve. ?Desta vez eu não vou chamar o São Paulo de bambi?, disse ele, se precavendo. ?Vocês é que estão querendo tumultuar?, acrescentou, rindo. ?Eu quero é atropelar o São Paulo?. O volante disse que vai para esta decisão muito tranquilo, já que a responsabilidade maior é do adversário. ?Se não ganhar, o time do São Paulo vai ficar marcado?, adverte. Vampeta diz estar feliz pela ótima fase que está vivendo no Corinthians, sendo reconhecido como um dos principais responsáveis pelo sucesso do time até aqui. Apesar disso, ele acha que ainda pode melhorar. ?Aprendi com o Fenômeno (Ronaldo). O melhor está sempre por vir?, disse. TREINO - Depois de meia-hora de conversa com os jogadores no centro do gramado do Parque São Jorge, o técnico Geninho comandou um treino de cerca de 1 hora. Em seguida, os atletas foram dispensados. Geninho deve escalar para o primeiro jogo da final, a mesma equipe que começou a partida contra o The Strongest, pela Libertadores, na quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.