Van Basten deixará cargo de assistente da Holanda para trabalhar na Fifa

Na entidade, ex-centroavante atuará no desenvolvimento e reforma do futebol

Estadão Conteúdo

30 Agosto 2016 | 12h23

O ex-jogador Marco van Basten está de saída da seleção holandesa. Nesta terça-feira, a Real Associação de Futebol da Holanda anunciou que o craque vai deixar o cargo de assistente técnico do treinador principal, Danny Blind, para trabalhar na Fifa.

"A Fifa me ofereceu a oportunidade de trabalhar no desenvolvimento e na reforma do futebol, assim como quer utilizar as minhas ideias e opiniões em aspectos como as regras do jogo, a arbitragem e os programas de desenvolvimento", declarou Van Basten ao site oficial da entidade holandesa.

Van Basten, porém, fechou um acordo para permanecer no cargo até o final do ano - ou ao menos até a Holanda contratar um novo assistente para Blind. O treinador, aliás, lamentou a saída do ex-jogador holandês.

"Claro que não estou contente, mas o cargo na Fifa é feito para Marco. Mesmo que eu tenha que procurar outro substituto, é uma grande oportunidade para ele", declarou.

A seleção holandesa entrará em campo nesta quinta-feira para amistoso contra a Grécia, em Eindhoven. Depois, na próxima terça, estreará nas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018 diante da Suécia, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.