Van Buyten quer Bélgica focada para passar pelos EUA

O time belga enfrenta a seleção norte-americana na próxima terça-feira, às 17 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador

AE, Agência Estado

30 de junho de 2014 | 16h10

O zagueiro Daniel van Buyten disse que o segredo da Bélgica ter chegado até as oitavas de final da Copa do Mundo é o foco do grupo. Para o veterano de 36 anos, confirmado entre os titulares do técnico Marc Wilmots para o duelo desta terça-feira contra os Estados Unidos, é importante manter essa concentração para a seleção se manter viva na competição.

"A coisa mais importante é não pensar no futuro e deixar ser distraído", afirmou Van Buyten. "Teremos todo o tempo do mundo para decidir nossas vidas depois. A Copa do Mundo está acontecendo agora e temos que encarar o desafio", completou.

O defensor que atua na Alemanha, pelo Bayern de Munique, está satisfeito com o que a equipe belga vem mostrando em momentos de adversidade. No Grupo H, a Bélgica teve 100% de aproveitamento, mas as três vitórias (contra Argélia, Rússia e Coreia do Sul) foram muito difíceis - todas por apenas um gol de diferença.

"O importante é que mostramos nossa solidez e nos mantivemos organizados mesmo quando as coisas se tornaram complicadas", avaliou o zagueiro, destacando os jovens da seleção belga. "Eles estão calmos, querendo ouvir e sempre prontos para trabalhar".

Um dos homens de confiança de Wilmots, Van Buyten espera um duelo difícil contra os norte-americanos. Para ele, não é nenhuma surpresa o time treinado pelo alemão Jürgen Klinsmann ter se classificado no Grupo G do Mundial, que contava ainda com Alemanha, Gana e Portugal.

"Não estou surpreso de que os americanos terminaram em segundo lugar no grupo. É só ver o desenvolvimento que eles vêm tendo e a performance que tiveram contra a Alemanha, mesmo com o resultado (derrota por 1 a 0)", analisou.

A partida entre Bélgica e Estados Unidos, que vai decidir quem avança às quartas de final, está marcada para as 17 horas desta terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.