Van der Wiel fratura vértebra após entrada do brasileiro Brandão

Indignado com a agressão, o presidente do time de Paris, Nasser Al Khelaïfi, pediu o banimento de Brandão do futebol

Estadão Conteúdo

17 de agosto de 2014 | 16h01

O Paris Saint-Germain confirmou neste domingo, 17, que o atacante brasileiro Brandão foi o responsável por duas graves lesões em seu elenco na partida contra o Bastia, no último sábado, 16, em rodada do Campeonato Francês. Além da cabeçada no rosto de Thiago Motta, o atacante acertou uma joelhada nas costas do lateral Gregory van der Wiel durante o primeiro tempo.

De acordo com o clube, Van der Wiel sofreu uma fratura na segunda vértebra lombar, semelhante ao que aconteceu com Neymar durante a Copa do Mundo. O jogador da seleção brasileira fraturou a terceira vértebra ao ser atingido pelo colombiano Zuniga em duelo nas quartas de final. 

O PSG não deu detalhes sobre a recuperação do lateral, assim como sobre a situação de Thiago Motta, com fratura no nariz confirmada ainda na noite de sábado. O volante brasileiro naturalizado italiano levou uma cabeçada de Brandão após o jogo, no túnel que levava aos vestiários dos dois times.

Indignado com a agressão, o presidente do time de Paris, Nasser Al Khelaïfi, pediu o banimento de Brandão do futebol. Se for denunciado, o atacante brasileiro corre o risco de ser suspenso por dois anos por causa da agressão a Thiago Motta. 

IBRAHIMOVIC
O atacante sueco também deve virar baixa do PSG nas próximas semanas. Ele sentiu dores nas costas por causa de uma pancada no local durante o jogo e virou dúvida. O clube confirmou uma lesão muscular na região, mas não informou quanto tempo o artilheiro poderá ficar fora. "A evolução do tratamento médico nos próximos dias vai definir o período de indisponibilidade", registrou o clube, em nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.