Van Gaal e Mourinho fazem duelo de 'mestre e discípulo' na final da Liga

A final da Liga dos Campeões deste ano terá como uma de suas atrações um duelo de estrategistas que são velhos conhecidos. Louis Van Gaal, técnico do Bayern de Munique, e José Mourinho, que comanda a Inter de Milão, trabalharam juntos no Barcelona, quando o português era auxiliar do treinador holandês.

EFE

29 de abril de 2010 | 16h47

"É uma possibilidade de voltar a ver um amigo, acho que faremos uma entrevista coletiva em conjunto", disse Van Gaal em relação ao reencontro Como características em comum, os dois tem obsessão por seus sistemas táticos e estudam a fundo os adversários. Um deles conseguirá, no dia 22 de maio, no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri, o que até agora somente Ottmar Hitzfeld conseguiu: ganhar a Liga dos Campeões com duas equipes diferentes.

Van Gaal conquistou seu primeiro título do torneio com o Ajax, em 1995. Agora, em seu primeiro ano no Bayern, poderá levar o troféu pela segunda vez. Mourinho, por sua vez, sagrou-se campeão como técnico do Porto, em 2004. Após fracassar em tentar levar o Chelsea ao título continental, ele tem a chance de conquistá-lo à frente da Inter.

"Acho que o Barcelona é o melhor equipe do mundo. Contra a Inter temos maiores possibilidades de vencer", disse Van Gaal, antes do resultado da semifinal que determinou o rival do Bayern na decisão.

Já Mourinho não escondeu sua opinião de que o Lyon seria um adversário menos complicado, e sua preferência por enfrentar seu "mestre" em outras condições. "O conheço, o respeito e o temo", disse o treinador português sobre Van Gaal.

Além do duelo entre os dois treinadores, a final terá outros reencontros. Um deles será o dos holandeses Wesley Sneijder - da Inter - e Arjen Robben - do Bayern - com o Estádio Santiago Bernabéu. "É uma bela história. O Real Madrid não nos queria mais no elenco e voltaremos lá para a final", disse Robben.

Inter e Bayern têm ainda a possibilidade se conseguir a "tríplice coroa" na temporada, por estarem perto de vencer a Liga dos Campeões e as copas e campeonatos nacionais. Até hoje, o feito foi conseguido na Europa apenas por Manchester United, em 1999, e Barcelona, em 2009.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.