Van Gaal: faltou empenho a Rivaldo

O técnico do Barcelona, o holandês Louis van Gaal, afirmou nesta quarta que um dos motivos que levaram ao não aproveitamento do brasileiro Rivaldo na temporada que se avizinha foi a falta de compromisso do atleta com o clube catalão. Um exemplo citado para demonstrar sua tese foram os 15 dias a mais de folga pedidos pelo jogador recém sagrado pentacampeão com a Seleção na Copa do Mundo, na qual foi um dos vice-artilheiros, antes da reapresentação. ?Nenhum outro jogador na Europa pediu estas duas semanas a mais?. O técnico, notório desafeto do craque, foi o principal pivô do desligamento de Rivaldo do time azul-grená após cinco anos de atuações. ?Eu queria aquele Rivaldo de antes da Bola de Ouro (1999). Desde então ele caiu de rendimento?, disparou. O holandês eximiu-se de parte da responsabilidade pela saída de Rivaldo: ?Todos devemos assumir a decisão. Também a diretoria e o presidente?. ?Muitos aspectos influenciaram na decisão. Logicamente, existe uma comissão técnica que deu sua opinião. Para mim, para o Barcelona e para Rivaldo, a melhor solução era sua saída antes do próximo dia 30 de junho?.Van Gaal negou o teor de uma declaração de Rivaldo no Brasil, onde descansa - ?Nem eu gosto dele, nem ele gosta de mim?. ?Não é verdade. Eu gosto de Rivaldo, mas daquele de antes de ser eleito o melhor do mundo?. ?Depois disso, não soube controlar as coisas, nem no campo pessoal, nem no esportivo?. Ele ainda disse que o jogador não teve um rendimento constante com outros treinadores e sugeriu uma comparação estatística. Mas disse que sempre viu mais empenho do jogador com a camiseta da Seleção Brasileira do que com a do Barcelona. Também comentou que o jogador já poderia ter sido negociado há três anos, o que não aconteceu pois, na época, o clube catalão já havia perdido o português Luís Figo e a direção do clube havia sido mudada, com inclusive, sua própria saída do banco de reservas.Van Gaal disse já possuir alternativas táticas para preencher a vaga aberta com a saída do brasileiro que assinalou 130 gols em cinco anos de Barcelona.Lamentos - Outros jogadores do Barcelona parecem não estar de acordo com Van Gaal. Para Xavi, "Rivaldo é um dos cinco melhoresdo mundo e o Barcelona irá sentir sua falta". Kluivert afirma que ficou "assustado" ao saber da saída do companheiro e LuisEnrique ressaltou: "vou contar aos meus netos que joguei com Rivaldo". Figo - Em coletiva após um treino do Real Madrid, o português Luís Figo, ex-companheiro de Rivaldo no Barcelona, não comentou o episódio, mas teceu vários elogios ao atacante, tanto por sua qualidade técnica como por seu caráter. ?É um jogador que sempre dá a cara e que foi importantíssimo para o Barcelona. Ganhou muitos títulos e marcou muitos gols. Além disso, existe a parte humana e também por isso Rivaldo merece ser o melhor?. Ele acrescentou que, assim como qualquer outro jogador ou clube no mundo, gostaria de poder contar com Rivaldo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.