Van Gaal se irrita com especulações e sai de coletiva do Manchester

'Li que meu colega José Mourtinho já estava aqui', diz holandês

Estadão Conteúdo

23 de dezembro de 2015 | 15h53

Em meio ao péssimo momento vivido nos últimos meses, os nervos estão à flor da pele no Manchester United. Prova disso foi a reação do técnico Louis van Gaal na coletiva desta quarta-feira. Ao ser perguntado sobre as especulações de sua demissão, o treinador não escondeu a irritação e abandonou a sala de entrevista.

Van Gaal foi questionado sobre os rumores divulgados nos últimos dias, de que o Manchester United já teria decidido por sua demissão e feito proposta a José Mourinho, dispensado recentemente do Chelsea. "Eu achei que já havia sido demitido. Eu li que já tinha sido demitido", disse ironicamente o técnico holandês.

A especulação sobre Mourinho, aliás, parece ser o ponto que mais irritou o treinador. Os dois trabalharam juntos no Barcelona, quando Van Gaal era técnico e o português era seu auxiliar no fim dos anos 90, e ouvir sobre a possibilidade de seu ex-pupilo o substituir deixou o holandês transtornado.

"Eu li que meu ex-colega (Mourinho) já estava aqui", disse Van Gaal sobre as especulações. "O que você acha que acontece com minha esposa e meus filhos? Ou com meus netos? Ou com os torcedores do Manchester United? Ou com meus amigos? O que você acha? Eles me ligaram muitas vezes."

A pressão sobre Van Gaal e os rumores ganharam tanto espaço que até o técnico do rival Arsenal, Arsène Wenger, saiu em defesa do holandês e classificou a atitude da imprensa como "desrespeitosa". "Até o Arsène Wenger falou sobre isso. Tem alguém nesta sala que não sente que precisa se desculpar comigo? É isso que estou pensando", disse o treinador do Manchester.

A irritação de Van Gaal foi claramente percebida durante os cerca de cinco minutos em que esteve na sala de imprensa, até que, consternado, ele a abandonou. "Vocês acham que eu queria falar com a imprensa agora? Só estou aqui porque há regras que me obrigam a falar com vocês", disparou antes de deixar o local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.