Kim Ludbrook/Efe
Kim Ludbrook/Efe

Van Persie lamenta chances perdidas na Copa

Apesar dos gols desperdiçados, atacante promete ter um bom desempenho contra o Brasil nas quartas

AE-AP, Agência Estado

29 de junho de 2010 | 07h54

O atacante holandês Robin van Persie está com raiva de si mesmo por perder chances de gol na Copa do Mundo, mas está convencido de que irá começar a encontrar as redes em breve. O atacante do Arsenal era um dos candidatos a ser um dos artilheiros do torneio, mas só conseguiu fazer um gol em quatro partidas na África do Sul.

 

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

"Eu não estou marcando, e isto me irrita, a cada ataque eu penso", disse Van Persie, que não fez gols na vitória da Holanda por 2 a 1 sobre a Eslováquia. "Eu tive algumas pequenas chances. Eu só quero marcar".

Van Persie estava claramente irritado ao ser substituído aos 35 minutos do segundo tempo da vitória de segunda-feira, que definiu a classificação holandesa às quartas de final, por acreditar que iriam surgir boas chances.

"Eu queria terminar o jogo. Eu pensei que eles iriam assumir riscos nos últimos dez minutos e eu queria explorar isso", afirmou. "Eu podia ver os espaços abertos e eu queria usá-los, de modo que eu fiquei um pouco chateado quando eu tive que sair".

Ele apareceu reclamando com o técnico Bert van Marwijk antes de sentar no banco. O treinador minimizou qualquer problema com o atacante, que já marcou 19 gols em 48 partidas pela Holanda. "Eu apertei sua mão e percebi que ele estava desapontado, o que não é uma coisa ruim" disse Van Marwijk. "Todo mundo quer jogar o jogo todo".

Van Persie só voltou a jogar pela seleção holandesa no mês passado após uma ausência de seis meses devido a uma lesão no tornozelo direito, sofrida contra a Itália, em novembro. Mas seu talento de goleador pareceu ter sobrevivido a ruptura quando ele marcou quatro gols em três amistosos antes da Copa do Mundo, aumentando as esperanças de fazer um bom Mundial.

Ao contrário, ele tem falhado na África do Sul, apesar de contar com o apoio de jogadores como Arjen Robben, Wesley Sneijder, Rafael van der Vaart e Dirk Kuyt. "Eu estou fazendo o meu melhor, eu não posso fazer mais do que isso", disse Van Persie. "Eu quero desesperadamente marcar e dar assistências, mas não deu certo para mim hoje".

Van Persie disse que aprendeu no Arsenal que mais chances de gol surgirão. "Uma coisa eu aprendi na Inglaterra é que você pode perder chances ou ter um mau início, mas um atacante sempre terá outra chance", disse. "Eu joguei uma vez contra o Everton e perdi três oportunidades, mas no final eu marquei o gol que deu a vitória por 2 a 1".

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolHolandaVan Persie

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.