Dominic Ebenbichler/Reuters
Dominic Ebenbichler/Reuters

Van Persie revela ter levado tapa no rosto de Van Gaal na Copa do Mundo de 2014

Na ocasião, atacante recusou ser substituído na prorrogação do duelo contra a Costa Rica, pelas quartas de final

Redação, Estadão Conteúdo

24 de maio de 2020 | 10h26

Um dos grandes atacantes do futebol holandês, Robin Van Persie revelou um fato curioso que ocorreu na Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O jogador, na época um dos líderes da seleção holandesa, contou que levou um tapa no rosto dado pelo técnico Louis Van Gaal por ter se recusado a ser substituído na prorrogação do duelo contra a Costa Rica, pelas quartas de final.

"Quando a prorrogação terminou e nos juntamos perto da linha lateral, ele chegou perto de mim e de repente me deu um tapa. Ele me deu um tapa de mão aberta e disse, com raiva: 'Nunca mais faça isso de novo'. Eu olhei para ele absolutamente perplexo. Fiquei em choque", contou o atacante em trecho publicado no livro "Van Gaal - O técnico e a Pessoa Total".

Na ocasião, Van Persie quis ficar em campo para participar da disputa de pênaltis. "O jogo chegou ao tempo extra e eu estava tendo cãibras. Louis gritou comigo: 'Eu vou te substituir'. Eu me virei e respondi: 'Não, não, há penalidades'. Ele disse para eu seguir em frente e garantir que converteria o pênalti", recordou o jogador, que disse que aquela cena serve para descrever perfeitamente a personalidade do treinador. "Às vezes ele te abraça, às vezes ele te bate".

No final, o atacante, o primeiro a bater, converteu a sua cobrança e a Holanda venceu a disputa de pênaltis por 4 a 3, eliminando a Costa Rica. Aquela partida também ficou marcada pela participação decisiva do goleiro Tim Krul, lançado por Van Gaal nas penalidades. Krul defendeu duas cobranças e foi essencial para a classificação.

Os holandeses terminaram aquele Mundial em terceiro lugar. Depois de cair nas semifinais para a Argentina, o time de Van Gaal e Van Persie se despediu do torneio com vitória por 3 a 0 sobre o Brasil no Mané Garrincha.

Louis Van Gaal comandou a Holanda duas vezes. Primeiro entre 2000 e 2002 e depois de 2012 e 2014. Van Persie defendeu a seleção de seu país entre 2005 e 2017. Ele tem 50 gols marcados em 102 jogos. Os dois voltaram a se encontrar no Manchester United, em 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.