Vandalismo marca estréia do Campeonato Cearense 2008

Inconformada, torcida do Ceará invade o campo e destrói tudo após o time ser goleado pelo Horizonte por 5 a 1

Lauriberto Braga, de O Estado de S. Paulo,

06 de janeiro de 2008 | 17h45

O primeiro campeonato regional de 2008 no Brasil a começar foi o Cearense. E iniciou no pior estilo. No sábado à tarde, após o Ceará ser goleado de 5 a 1 pelo estreante Horizonte (campeão da segunda divisão de 2007), o Estádio Clenilsão, em Horizonte, na região metropolitana de Fortaleza, virou um campo de guerra. A torcida do Ceará revoltada pela derrota passou a destruir tudo que encontrava pela frente. A Polícia entrou em ação. Houve confronto. Torcedores com paus, pedras e latinhas de cerveja. Policiais militares (PMs) com cassetetes, disparando tiros de revólver para o alto e lançando bombas de efeito moral. Resultado: dezenas de torcedores feridos e quatro policiais atingidos. Os torcedores feridos foram atendidos no hospital de Horizonte. Já os PMs foram trazidos para Fortaleza. Todos tiveram alta hospitalar neste domingo. Um cinegrafista da TV Diário recebeu uma pedrada e teve a câmera destruída. Ele registrou queixa na delegacia da cidade. O cinegrafista foi atendido pela ambulância da Federação Cearense de Futebol (FCF) deslocada para o estádio Clenilsão. O confronto aconteceu logo após o árbitro Luzimar Siqueira encerrar a partida. Mas ainda durante o jogo os torcedores do Ceará lançaram latas de bebidas e radinhos de pilha contra os jogadores, fazendo o árbitro paralisar a partida por alguns minutos. Este é o 89.º campeonato cearense. Ele está sendo disputado por 10 times em turno e returno. Terá duração de três meses. O Fortaleza luta pelo bicampeonato.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato CearenseCeará-CE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.