Vândalos ateiam fogo à loja do Palmeiras

Torcedores mostram revolta depois da derrota do time para o Fluminense por 3 a 2, em Prudente

Pedro da Rocha, O Estado de S. Paulo

12 de novembro de 2012 | 08h29

SÃO PAULO - Vândalos atearam fogo à loja do Palmeiras, na madrugada desta segunda-feira, 12, um dia após o time perder para oFluminense por 3 a 2, em Presidente Prudente, e ficar mais próximo do rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. A loja está localizada  na Rua Turiassu, número 1855, no bairro de Perdizes, Zona Oeste de São Paulo.

O Corpo de Bombeiros foi acionado às 4h15 para apagar o incêndio. Duas viaturas foram enviadas ao local e rapidamente extinguiram o fogo. Até o momento, ninguém foi preso pelo crime.

Antes de o local ser incendiado e arrombado, uma frase foi pichada na porta da loja com a frase: "Acabou a paz". O Palestra Itália também voltou a ser alvo de novas pichações contendo ameaças, principalmente, ao presidente do clube, Arnaldo Tirone, que vem tendo a sua cabeça pedida pelos torcedores.

O Palmeiras tem três rodadas antes de sacramentar seu destino no Brasileirão e não depende mais apenas de suas forças. A equipe precisa somar os 9 pontos diante de Flamengo, Atlético-GO e Santos e ainda torcer por tropeços dos rivais Portuguesa, Sport e Bahia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.