Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Vanderlei diz aceitar mistério de Sampaoli e não se vê como titular no Santos

Treinador, no entanto, deve manter o goleiro diante do Fluminense, nesta quinta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

30 de abril de 2019 | 18h07

O mistério sobre o goleiro titular do Santos no Campeonato Brasileiro ainda não chegou ao fim, ao menos para Vanderlei. Mesmo após ser escalado e se destacar no triunfo por 2 a 1 sobre o Grêmio, domingo, em Porto Alegre, ele assegurou nesta terça-feira não saber se será mantido no time pelo técnico Jorge Sampaoli para o duelo com o Fluminense, quinta, na Vila Belmiro, pela segunda rodada do torneio nacional.

"É importante saber que vai jogar, claro, mas não faz diferença. Todos sabiam que poderia haver surpresa. Ele escondeu de todos, ninguém mesmo teve menor ideia da equipe que iria entrar em campo (contra o Grêmio). Também não sabemos como será contra o Fluminense. Que a melhor equipe jogue e faça uma grande partida", afirmou, em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira no CT Rei Pelé.

Vanderlei lembrou a estratégia adotada por Sampaoli no fim de semana, quando o treinador surpreendeu ao colocar em campo um time misto e com três zagueiros diante do Grêmio. Por isso, ele não descarta que o treinador volte a adotar um rodízio na meta santista, ainda que o próprio comandante argentino tenha declarado após o confronto com o Grêmio que Vanderlei era o seu titular "momentâneo".

"Temos de fazer o melhor no dia a dia, mostrar potencial e o restante é com ele. Ele tem revezado no gol e em todas as posições. Surpreendeu contra o Grêmio e isso é importante, por mostrar o trabalho e a força do grupo. Todos podem ajudar. Independentemente de quem jogar, o Santos estará bem representado", acrescentou o goleiro, explicando que Sampaoli não costumar dar dicas nem mesmo aos seus jogadores sobre quem será titular.

Apesar disso, Vanderlei é visto como o favorito para começar jogando diante do Fluminense, na quinta-feira. Ele completou 253 jogos pelo time no duelo com o Grêmio, se tornando o sétimo goleiro que mais vezes defendeu o Santos ao superar Cejas. Com Sampaoli, foi o titular no Campeonato Paulista, cedendo sua vaga para Everson nas Copas Sul-Americana e do Brasil. Agora, Vanderlei deve manter a titularidade no Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.