Vanderlei Luxemburgo assina com Real Madrid por 18 meses

Vanderlei Luxemburgo assina nesta quinta-feira contrato de um ano e meio com o Real Madrid. O treinador se desligou do Santos na quarta-feira à tarde e embarcou às 23h15 no Aeroporto de Cumbica para Madri. A rápida negociação com o poderoso clube espanhol teve a participação de Roberto Carlos e colaboração de Ronaldo Fenômeno, que estavam no Brasil passando as festas de Natal.Luxemburgo embarcou na companhia de Ronaldo e a noiva Daniella Cicarelli e Roberto Carlos na primeira classe do vôo 8714 da Varig. E deve passar o réveillon na Espanha na casa de Roberto Carlos. "Estou realizando um grande sonho da minha vida", disse o treinador à Agência Estado antes de pegar o avião.Antes de fechar o acordo com o Real Madrid, Luxemburgo conversou com alguns amigos e treinadores mais próximos. Carlos Alberto Parreira, técnico da Seleção Brasileira, deu parabéns a Luxemburgo e disse que a contratação "representava uma grande valorização dos técnicos brasileiros."Luxemburgo ainda não sabe quando será o jogo de sua estréia. A ordem do presidente do Real, Florentino Pérez, é para que assuma o time imediatamente. O próximo jogo do Real será o clássico contra o Atlético Madrid, dia 9 de janeiro, no estádio Vicente Calderón.A situação do Real é crítica no Campeonato Espanhol. Está na quinta colocação, com 29 pontos, 13 a menos que o líder Barcelona. E na Liga dos Campeões enfrenta a Juventus, dia 22 de fevereiro, em casa, no primeiro jogo das oitavas-de-final. O segundo jogo será em Turim.Bomba - Luxemburgo chega para substituir Garcia Remón, que havia assumido o time em agosto logo após a queda do técnico Hector Camacho. A contratação do técnico cinco vezes campeão brasileiro foi uma verdadeira bomba na Espanha. Até quarta-feira à noite, nenhum jornal cogitava a chegada do treinador.Momentos antes de embarcar para Madri, Vanderlei Luxemburgo conversou, por celular, com a Agência Estado, e deu alguns detalhes da inusitada contratação.Agência Estado - Você está trocando a cidade de Santos por Madri?Vanderlei Luxemburgo - É, está tudo certo. A negociação foi bem rápida. Estou embarcando agora (disse por volta das 22h). Fechei contrato por um ano e meio.AE - Assume já ou só depois de dirigir o Santos na Libertadores?Assumo imediatamente. Eles querem que eu inicie o trabalho já. Não tenho o que pensar.AE - Como se desligou do Santos?Acertei com o Marcelo (Marcelo Teixeira, presidente do Santos). Ele entendeu perfeitamente. Infelizmente estou saindo uma semana depois de ter acertado a minha renovação com o Santos.AE - Foi tudo amigável? Vocês haviam acertado um grande projeto para 2005?Foi tudo tranqüilo. Eu não disse não ao Santos. Era um projeto que eu sonhava há muito tempo. E o pessoal do Santos, que me tratou com muito carinho, soube compreender. Não tinha como recusar o Real Madrid. Espero que as pessoas entendam que não estou mudando o meu discurso.AE - Está preparado para assumir essa potência que o Real Madrid representa?Sempre disse que estava preparado para assumir um grande clube da Europa, que um dia alcançaria essa meta. Chegou a hora. Estou indo para um dos clubes mais importantes do mundo.AE - O que representa essa inesperada transferência?Representa muito. É a grande valorização do técnico brasileiro a nível internacional. Conversei com o Parreira agora pouco. Ele me desejou sorte e disse que a minha ida valoriza muito os técnicos brasileiros, o nosso futebol.AE - Já pensou como será o primeiro treino com aquelas feras todas... Zidane, Figo, Beckham, Ronaldo, Raúl?Calma aí! Não vamos falar disso agora. Tenho tempo para pensar no time. O que tem de ser dito agora é que resolveram valorizar o técnico brasileiro. Isso é mais importante que tudo, que qualquer coisa que se fale agora. E eu alcancei o um dos meus objetivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.