Vanderlei Luxemburgo deixa Santos, mas não revela destino

Com a eleição de Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro para presidente, técnico ficou sem espaço na Vila Belmiro

Sanches Filho, Agencia Estado

06 Dezembro 2009 | 21h04

Vanderlei Luxemburgo fechou neste domingo, com a derrota para o Cruzeiro na Vila Belmiro, a pior das quatro passagens que teve pela Vila Belmiro. Após o jogo, ele confirmou que deixa o Santos, mas não revelou seu futuro - está nos planos do Inter e do Atlético-MG. "Agora, dá para começar a direcionar o que eu quero", explicou.

VEJA TAMBÉM:
\"especial\" MASCOTES - Papel de parede dos times
\"lista\" Tabela | \"tabela\" Classificação
\"especial\" BRASILEIRÃO - Mais da competição
\"especial\" Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão
Luxemburgo aproveitou para falar de passagem a respeito eleição do novo presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, desejando-lhe boa sorte e afirmando que não se arrepende de ter apoiado publicamente a candidatura de Marcelo Teixeira. Com a mudança no poder do clube, o treinador ficou sem espaço para continuar no cargo.

"O processo de continuidade provoca desgaste e a oposição vinha se fortalecendo. E também ela foi beneficiada pelos dois anos muito ruins do time", avaliou Luxemburgo, que fez mistério sobre seu futuro. Ele teria proposta do exterior, mas não parece muito disposto a aceitá-la. "Não estou muito disposto a sair para a Europa", avisou.

Nas passagens anteriores pelo Santos, Luxemburgo foi campeão do Torneio Rio-São Paulo (1997), do Brasileirão (2004) e do Paulistão (2006 e 2007). Dessa vez, porém, ele não conseguiu nem a classificação para a Libertadores de 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.