Amanda Perobelli/ Reuters
Amanda Perobelli/ Reuters

Vanderlei Luxemburgo passa bem após cirurgia e deve ter alta nesta sexta-feira

Técnico do Palmeiras teve uma crise na semana passada e sentiu fortes dores na vesícula antes de ser hospitalizado

Redação, Estadao Conteudo

25 de junho de 2020 | 17h02

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, foi submetido a uma cirurgia na vesícula nesta quinta-feira no Hospital São Luiz. Segundo a assessoria do clube, tudo correu bem no procedimento e o treinador deve ter alta na sexta. Luxemburgo teve uma crise na semana passada e sentiu fortes dores no local, precisando se dirigir ao hospital, onde foi determinada a intervenção, conduzida pelo médico Alexander Morrell.

A cirurgia para retirar a vesícula biliar, chamada de colecistectomia, é indicada quando são identificadas pedras após realização de exames de imagem ou laboratoriais, como o de urina, ou quando há sinais indicativos de vesícula inflamada. Assim, quando é feito o diagnóstico de pedra, a cirurgia pode ser programada e normalmente é rápida, durando em média 45 minutos. Quando não há complicações, é necessário um ou dois dias de repouso para que o paciente ganhe alta. A recuperação se dá por completo em uma ou duas semanas, com atividades reduzidas.

Em novembro, quando estava no comando do Vasco, Luxemburgo, de 68 anos, foi diagnosticado com câncer de pele. O treinador removeu três manchas do nariz para realizar uma biópsia, que constatou que uma delas era maligna. Ele passou por uma cirurgia de raspagem para remover o restante do material do nariz.

NOVO PREPARADOR DE GOLEIROS

Rogério Godoy é o novo preparador de goleiros do Palmeiras. Gaúcho, de Porto Alegre, ele esteve no Grêmio de 2012 até o começo deste ano. O profissional já se integrou à comissão técnica alviverde e está participando das avaliações físicas, fisiológicas e bioquímicas que são realizadas desde terça-feira na Academia de Futebol nos jogadores.

Pelo Grêmio, Rogerião, como também é conhecido, foi campeão da Copa do Brasil (2016), da Conmebol Libertadores (2017), da Recopa Sul-Americana (2018) e do Campeonato Gaúcho (2018 e 2019). "O Palmeiras é um clube gigantesco. Fiquei muito feliz e orgulhoso por ser lembrado por uma instituição tão poderosa. A estrutura aqui não perde em nada para qualquer clube de fora do País, é tudo muito atualizado. A torcida pode esperar muito trabalho e dedicação. Quero construir uma história aqui no Palmeiras também", comentou o preparador.

Rogério iniciou sua trajetória nas categorias de base do Grêmio em 2005 e foi promovido dos juniores para o profissional quando o técnico do time gaúcho era Vanderlei Luxemburgo. "Agradeço ao professor Vanderlei pela confiança na minha capacidade e pela chance de estarmos juntos novamente. É um desafio enorme e para o qual dedicarei muito empenho e profissionalismo. Nosso objetivo é ajudar o clube a seguir trilhando o caminho das vitórias e das conquistas", disse Rogério.

Rogério já iniciou conversas com os goleiros palmeireses e com Thales Damasceno, outro preparador de goleiros do clube. Os treinos vão começar na quarta-feira. "O Weverton e o Jailson eu já conheço bem as características, e o Vinicius vou conhecer melhor quando começarem os treinos." Rogério substitui Oscar Rodriguez, que chegou no fim de 2014 ao Palestra Itália e foi campeão da Copa do Brasil de 2015 e bicampeão brasileiro em 2016 e 2018.

Tudo o que sabemos sobre:
Vanderlei LuxemburgoPalmeirasfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.