Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Vanderlei Luxemburgo valoriza a classificação do Grêmio nos pênaltis

Tricolor avançou às semifinais do Gaúcho com sofrida vitória sobre São Luiz por 5 a 3

AE, Agência Estado

23 de abril de 2013 | 09h05

PORTO ALEGRE - O Grêmio sofreu para assegurar classificação às semifinais do segundo turno do Campeonato Gaúcho. Depois de não conseguir passar de um empate por 0 a 0 no tempo normal, jogando em sua própria arena, o time avançou ao bater o São Luiz por 5 a 3, nos pênaltis, na noite da última segunda-feira. O fato de a equipe ter garantido vaga no sufoco, porém, foi minimizado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo após o confronto.

O treinador apontou o desgaste não apenas físico, mas psicológico, provocado pelo jogo decisivo da última quinta-feira, diante do Huachipato, no Chile, pela Copa Libertadores, como um dos motivos para o desempenho da equipe não ter sido o ideal contra o São Luiz.

"Nós criamos, tivemos boas possibilidades de matar o jogo e não matamos. Faltou um pouco de tranquilidade e o desgaste do jogo lá (no Chile) foi muito forte. Não só o desgaste físico, mas emocional. Achei até que ganharíamos o jogo, jogando em casa, tivemos três ou quatro oportunidades claras de fazer o gol, mas eu também achava que seria bem pior o comportamento da equipe em função de tudo que aconteceu no jogo passado", afirmou Luxemburgo, em entrevista coletiva.

Já a ser questionado sobre as críticas feitas pela torcida gremista ao desempenho do time após a partida, o técnico destacou que o mais importante foi o fato de o Grêmio conseguir avançar de fase em mais uma competição, após o empate por 1 a 1 com o Huachipato ter levado à equipe às oitavas de final da Copa Libertadores.

"Estou satisfeito, bem satisfeito, estamos conquistando os nossos objetivos. O torcedor quer goleada, quer bastante gols, mas estamos caminhando com bastante dificuldade... Estamos no caminho certo, e o torcedor sempre vai ficar insatisfeito quando não ver o time jogando bem, goleando", analisou.

No jogo da última quinta-feira, o Grêmio sofreu para criar chances de gol no primeiro tempo, quando o São Luiz reclamou da não marcação de um pênalti de Bressan sobre Juba. Já na etapa final, Luxemburgo resolveu sacar Fábio Aurélio, que estava jogando como meia, e colocou Yuri Mamute como um terceiro atacante, ao lado de Barcos e Kléber.

As coisas pareciam que ficariam mais fáceis para o Grêmio a partir dos 17 minutos, quando Tiago Costa cometeu falta dura em Kleber, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso. Com um homem a mais, Luxemburgo resolveu sacar Matheus Biteco e colocar Guilherme Biteco na equipe e o time pressionou, mas o São Luiz se segurou atrás, antes de sucumbir nos pênaltis. Zé Roberto, Kleber, Barcos, Alex Telles e Guilherme Biteco acertaram as cobranças gremistas, enquanto Washington, Marcel e Juba converteram pelo time visitante e Danilo Baia chutou por sobre o travessão no erro que acabou sendo fatal para a sua equipe.

Agora, por uma vaga na final do segundo turno, o Grêmio enfrentará o Juventude, no próximo sábado, às 18h30, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.