Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC
Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC

'Vaquinha' do Santos arrecada em 24 horas mais da metade da meta de R$ 500 mil

Meta está estipulada para ser arrecadada em 30 dias, mas até 16h30 desta quinta-feira o valor já batia mais de R$ 280 mil

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2020 | 17h16

A torcida do Santos atendeu ao apelo do presidente Orlando Rollo e está contribuindo em peso na "vaquinha online" para ajudar o clube a quitar suas dívidas. Em apenas 24 horas, mais da metade dos R$ 500 mil desejados já haviam sido arrecadadas. A meta está estipulada para ser arrecadada em 30 dias, mas até 16h30 desta quinta-feira o valor já batia mais de R$ 280 mil, ou 56% do previsto.

O clube busca recursos para pagar contas de gestões passadas e poder voltar ao mercado. Os dirigentes reconhecem o bom trabalhão do técnico Cuca e querem atender seus pedidos por reforços. Sobretudo após a lesão do uruguauio Carlos Sánchez e sob o risco de saída da alguns titulares.

Cuca não se cansa de dizer que tem sonhos grandes no Santos, mas para isso precisa de peças de reposição experientes. Com a lesão de Marinho, por exemplo, o setor ofensivo sofreu bastante, sobretudo na derrota diante do Atlético-GO, na Vila Belmiro.

A vaquinha é uma saída encontrada para que os torcedores mostrem todo seu amor pelo clube e possam ajudar. Como não conseguem ir às arquibancadas, o apelo é que entrem no site de doações. Por enquanto, foram 5.450 doadores e R$ 280 mil arrecadados.

A campanha "A Virada Santista" tem duração até 20 de novembro. Mas na velocidade que caminha tem tudo para bater a meta em menos de uma semana. "É hora de todo mundo ajudar. Estamos retomando a credibilidade do clube pagando as nossas dívidas. Nós contamos com vocês”, disse Rollo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.