Cesar Greco/ SE Palmeiras
Cesar Greco/ SE Palmeiras

VAR considera 'choque acidental' em gol sofrido pelo Palmeiras contra o Goiás

Daniel Nobre Bins orienta o árbitro principal Bráulio da Silva Machado a confirmar o tento e desconsiderar possível falta no goleiro Weverton

Redação, Estadão Conteúdo

17 de abril de 2022 | 16h42

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou neste domingo o vídeo e o áudio do VAR dos lances polêmicos da partida entre Goiás e Palmeiras, disputada no sábado, em Goiânia, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. No empate por 1 a 1, os palmeirenses reclamaram muito de uma falta sobre o goleiro Weverton no lance do gol da equipe esmeraldina.

Na ocasião, Weverton pulou para tentar fazer a defesa em um arremate de Pedro Raul, mas acabou se chocando com Caio Vinicius, que chegou no carrinho. O árbitro Bráulio da Silva Machado entrou em contato com o VAR, mas confirmou o gol.

"Foi verificada uma possível falta no Weverton, os dois erram, a bola passa e o choque é acidental depois. Segue decisão de campo, gol é legal", disse Daniel Nobre Bins, responsável pelo VAR naquela partida. Na visão dele, o que foi decidido em campo deveria prevalecer.

O gol do Palmeiras também chegou a ser reavaliado por Daniel Nobre Bins. No entanto, a decisão foi semelhante à tomada anteriormente. O VAR entendeu que o lance entre o zagueiro Gustavo Gómez e o goleiro Tadeu foi normal e validou o gol marcado por Rony.

Com o resultado, o Palmeiras somou o seu primeiro ponto no Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso é diante do Flamengo, na quarta-feira, às 19h30, no Maracanã, em jogo adiantado da quarta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.