Sergei Karpukhin/Reuters
Sergei Karpukhin/Reuters

Varane alerta seleção da França para Lukaku: 'Problema para qualquer defesa'

Defensor será um dos principais responsáveis por marcar o artilheiro belga em uma das semifinais da Copa

Estadão Conteúdo

07 Julho 2018 | 09h14

O zagueiro Raphael Varane já projeta o duelo que a França terá frente contra a Bélgica, que conta com o centroavante Romelu Lukaku. O defensor será um dos principais responsáveis por marcar o atacante belga em uma das semifinais da Copa do Mundo, às 15 horas desta terça-feira, em São Petersburgo.

+ Imprensa europeia elege Neymar como 'vilão' por queda do Brasil: 'Neymal'

+ Após dormir em Kazan, seleção viaja neste sábado e chega ao Rio no domingo

+ Sete erros fatais da seleção brasileira na queda na Copa do Mundo

"Lukaku é um problema para qualquer defesa. É um jogador poderoso e não se pode dar espaços, porque ele se aproveita disso", analisou o jogador do Real Madrid em coletiva de imprensa concedida neste sábado, em Istra. No geral, Varane crê que as próximas partidas do Mundial serão equilibradas.

"Não há favoritos. Todas as equipes que permaneceram no torneio são muito fortes", afirmou Varane, que confia nas chances francesas. "Creio que somos uma equipe mais completa. Podemos fazer ataques rápidos e ações combinadas. Queremos ser campeões do mundo para orgulhar os franceses", afirmou o zagueiro.

A França vem de vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai, pelas quartas de final da Copa, nesta sexta-feira, em Nijni Novgorod. "Foi uma partida em que respondemos ao desafio físico e mostramos que podemos variar nosso jogo. Acho que esse é um dos nossos pontos fortes", disse o defensor sobre a recente vitória. O resultado poderia ter sido diferente se o goleiro Hugo Lloris não tivesse feito uma grande defesa logo depois de a seleção francesa abrir o placar.

 

"Foi genial, ele transmite muita segurança. Estamos tranquilos, é muito bom estar nas mãos dele", disse Varane, autor do primeiro gol francês na partida. O zagueiro discorda das críticas que a mídia francesa dirige ao goleiro. "Nunca duvidamos dele, conhecemos a capacidade de Lloris e sabemos que pode ser decisivo no Mundial", afirmou o defensor.

Mesmo com a possibilidade de terminar o ano com os títulos da Liga dos Campeões da Europa, já conquistada pelo Real Madrid, e da Copa do Mundo, Varane não pensa em uma possível eleição de melhor do mundo. "Não está na minha mente. Ficarei feliz se um francês ganhar", afirmou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.