Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Vargas e Zé Roberto disputam coletivo e podem voltar

Dois jogadores estavam de fora desde a partida contra o Corinthians

AE, Agência Estado

29 de agosto de 2013 | 20h17

PORTO ALEGRE - Depois de voltarem a treinar com bola no início da semana, o meia Zé Roberto e o atacante Vargas deram mais um passo na recuperação de suas lesões nesta quinta-feira. Os dois participaram normalmente de um coletivo e indicaram que estão prontos para reforçar o Grêmio já neste sábado, diante da Ponte Preta, em Porto Alegre, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os dois jogadores se contundiram na mesma partida, no dia 31 de julho, diante do Corinthians, no Pacaembu. Na ocasião, Zé Roberto deixou o campo no primeiro tempo com uma lesão muscular na coxa direita. Já Vargas foi substituído na etapa final por conta de um problema no tornozelo direito.

Como ficaram quase um mês sem atuar e somente nesta segunda voltaram a treinar com bola, Renato preferiu não escalá-los na vitória por 2 a 0 sobre o Santos, quarta-feira, que garantiu o Grêmio nas quartas de final da Copa do Brasil. A classificação, aliás, confirmou o bom momento vivido pelo time, que vem de quatro triunfos seguidos no Brasileirão.

"A gente sabia que o Santos era uma excelente equipe, mas fomos muito aguerridos e estamos de parabéns pelo que demonstramos. Conseguimos uma classificação importantíssima para o clube e para nós. Agora é dar uma pausa na Copa do Brasil e focar de novo no campeonato Brasileiro porque a gente precisa vencer a Ponte Preta, um adversário complicado, mas temos tudo para fazer um grande jogo", disse Pará.

Nesta quinta, os jogadores que não iniciaram o jogo contra o Santos, incluindo Zé Roberto e Vargas, disputaram um coletivo contra o time sub-17 do Grêmio. Depois, realizaram um treino técnico de cruzamentos e finalizações. Já os titulares fizeram apenas um trabalho regenerativo na academia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioZé RobertoVargas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.