Ricardo Moraes/Reuters
Ricardo Moraes/Reuters

Vascaínos decidem se concentrar antes de clássico contra o Fluminense

A derrota para o Nacional do Uruguai, pela Copa Libertadores, propiciou essas mudanças

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2012 | 19h15

RIO - A derrota para o Nacional (URU), pela Libertadores, propiciou mudanças no Vasco. Os jogadores, que haviam decidido abolir as concentrações, vão voltar se recolher na véspera do clássico contra o Fluminense, domingo. "Os jogadores treinarão pela manhã e vão se juntar às 20h30 para jantar no hotel. Dormem na concentração", disse o diretor executivo Daniel Freitas.

Outras modificações devem se dar dentro de campo. O técnico Cristóvão Borges testou uma formação com três zagueiros, em atividade nesta sexta pela manhã, em São Januário. O sacado da equipe para a entrada de Renato Silva foi Juninho Pernambucano.

Apesar do ensaio, Borges evita antecipar a equipe titular para a partida de domingo, no Engenhão. O técnico foi muito criticado pela torcida no jogo de quarta-feira e parece decidido a implementar mudanças.

"Esse treinamento não era nem para ser feito, porque o jogo de quarta-feira foi muito desgastante. Fiz o treinamento mais para marcar posição, para eles entenderem o posicionamento de uma possibilidade. A gente tem que buscar alternativas para o futuro", disse Borges, visivelmente preocupado em testar formações mais cautelosas para os próximos jogos da Libertadores.

Caso opte realmente por três zagueiros, o veterano Juninho aparece como candidato a ser poupado, mas o treinador também pode mantê-lo com Felipe e sacar um dos volantes, Eduardo Costa ou Nilton. "É uma possibilidade que é viável para esse jogo", admitiu o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.