Vascaínos fazem festa pela vitória

Nem mesmo o mal estar do artilheiro Romário, que deixou o campo aos 19 minutos do segundo tempo, durante a vitória sobre o Flamengo, neste domingo à tarde no Maracanã, impediu que uma grande festa fosse feita no vestiário do Vasco, após o confronto. O técnico Evaristo de Macedo vibrou pela forma como o time atuou e resumiu o espírito de todos. ?Todo vascaíno hoje está feliz e com o maior sorriso do mundo?, festejou o treinador?. ?Vencemos nosso maior rival e não podia ser diferente.? Evaristo elogiou o desempenho do zagueiro Gomes, que atuou como titular, no lugar de João Carlos, contundido. Para o treinador, a jovem revelação vascaína provou que tem condições de continuar na equipe principal, mas não lhe garantiu esta condição. O autor do segundo gol do Vasco, na vitória por 3 a 1, o zagueiro André Leoni, também foi lembrado por Evaristo com um dos destaques da partida. PROTESTO - As torcidas organizadas do Vasco, com exceção da ?Renovascão?, protestaram neste domingo contra a falta de ingressos e penduraram suas faixas do lado do avesso nas arquibancadas do Maracanã. Os torcedores reclamavam da atitude da diretoria vascaína que se negou a dar-lhes cinco mil ingressos, ofertando somente 1500, para a partida contra o Flamengo.

Agencia Estado,

10 Março 2002 | 21h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.