Paulo Whitaker / Reuters
Paulo Whitaker / Reuters

Um dia após negar acerto, Vanderlei Luxemburgo é o novo treinador do Vasco

Treinador estava sem clube desde 2017, quando comandou o Sport

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2019 | 10h40

Um dia depois de negar que estava assinando contrato com o Vasco, Vanderlei Luxemburgo acertou nesta quarta-feira para ser o novo técnico do clube carioca. O anúncio foi feito nas redes sociais vascaínas, pouco depois de o treinador de 67 anos, em uma postagem nas suas redes sociais, ter aparecido em uma foto com o escudo do time de São Januário ao fundo. "Quero dar uma alô para a torcida do Vasco. Tmj (abreviação para Tamô Junto)!!!", escreveu.

O contrato de Luxemburgo com o Vasco foi assinado até dezembro deste ano. O local e o horário da apresentação do novo treinador ainda serão definidos.

"O Club de Regatas Vasco da Gama acertou nesta quarta-feira (08/05) a contratação do técnico Vanderlei Luxemburgo. O local e o horário da apresentação do novo treinador ainda serão definidos. Cinco vezes campeão brasileiro e com passagens pelo Real Madrid, da Espanha, e pela Seleção Brasileira, Vanderlei Luxemburgo assina contrato com o Vasco até o fim do ano", escreveu o Vasco em seu Twitter.O Vasco estava sem técnico desde a demissão de Alberto Valentim no dia 21 de abril, logo após a perda do título do Campeonato Carioca para o Flamengo. Marcos Valadares, treinador do time sub-20, assumiu como interino até o presidente Alexandre Campello encontrar um novo nome para o comando. Neste período, o time foi eliminado na quarta fase da Copa do Brasil para o Santos e iniciou o Campeonato Brasileiro com duas derrotas (Athletico-PR e Atlético-MG) e um empate (Corinthians).

Na última terça-feira, algumas especulações davam como certa a contratação de Luxemburgo, que não trabalha desde 2017, quando deixou o comando do Sport. O treinador, porém, desmentiu que tivesse concretizado o seu retorno ao futebol com um vídeo bem-humorado em uma feira livre em São Paulo, localizada em frente ao estádio do Pacaembu. "Vim comer um pastel de feira e tomar um caldo de cana do lado de casa. Estou em São Paulo", escreveu.

Em sua carreira como treinador, Luxemburgo acumula triunfos e polêmicas. Começou no Vasco, na década de 80, e passou por grandes clubes como Fluminense, Flamengo, Palmeiras, Santos, Corinthians, Cruzeiro, Grêmio e Atlético-MG, além da seleção brasileira. Fora do Brasil, comandou o Real Madrid e clubes da Arábia Saudita e da China. No currículo tem uma Copa América (1999) e diversos títulos de Estaduais, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.