Vasco adota novamente Lei do Silêncio

Diante da possibilidade de marcar negativamente a história do Vasco com o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, o presidente Eurico Miranda voltou a adotar uma postura comum em São Januário no momento em que as coisas não andam tão bem: proibiu jogadores, comissão técnica e os médicos do clube de concederem entrevistas até segunda ordem.A duas rodadas do fim do Nacional, o Vasco tem 51 pontos e precisa, no mínimo, de mais um empate para se livrar do descenso. Para agravar ainda mais o ambiente de tensão em São Januário, a equipe carioca vai enfrentar domingo o Atlético-PR, que precisa vencer para não perder a liderança, em casa. Se não bastasse, na última rodada, o time vascaíno jogará contra o Santos, que também luta pelo título, em São Paulo.Dispensa - O volante Emerson ofendeu o técnico Joel Santana no intervalo do jogo contra o Corinthians, no sábado, quando soube que seria substituído, e foi afastado do elenco por uma semana. Contratado com status de craque do futebol internacional no meio da temporada, Emerson vai ser dispensando no fim desta temporada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.