Vasco amplia a vantagem e Atlético-GO retorna ao G-4

Os mandantes dominaram a 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, nesta terça-feira. Foram oito vitórias dos donos da casa, contra apenas duas dos visitantes. Curiosamente, um dos únicos times a vencer longe de sua torcida foi o Vasco, que abriu quatro pontos de vantagem para o Guarani ao vencer o ABC por 3 a 2, em Natal.

AE, Agencia Estado

21 de outubro de 2009 | 00h10

O clube carioca alcançou os 63 pontos, ficando ainda mais perto de conquistar o acesso - estão 12 pontos acima do quinto colocado, o Figueirense, que perdeu por 2 a 1 para o Vila Nova, em Goiânia, e deixou o G-4, o grupo de acesso. Os goianos, por sua vez, têm 39 pontos e se afastaram da zona de rebaixamento. O ABC tem 31 pontos, em penúltimo lugar.

A rodada foi bastante feliz para o Atlético Goianiense, que, após perder para a Portuguesa na rodada passada, contou com um gol contra, do zagueiro Everaldo, nos minutos finais para vencer o Fortaleza por 1 a 0, no estádio Castelão. O time rubro-negro chegou aos 53 pontos e recuperou a quarta posição. Já os cearenses, com apenas 32, seguem na zona de rebaixamento.

A rodada não foi boa para o Guarani, que sonhava até com a liderança, mas viu o Vasco abrir vantagem na ponta. O clube alviverde perdeu para o Paraná por 2 a 0, em Curitiba, e estacionou nos 59 pontos. Sorte é que o Ceará perdeu para a Portuguesa por 1 a 0, no interior paulista, e não saiu dos 56 pontos, em terceiro lugar. A Lusa chegou aos 51 e ganhou força na briga pelo acesso, em sexto lugar, enquanto o Paraná, com 42, praticamente evitou o perigo do rebaixamento.

Quem manteve as chances de subir foi a Ponte Preta, após a vitória, por 2 a 1, sobre o Bragantino, de virada, em Campinas. Os gols de Evando e Vicente garantiram a sétima posição ao time campineiro, agora com 46 pontos. O Bragantino, com 43, praticamente deu adeus à briga por uma vaga na Série A.

Em Xerém, o São Caetano voltou a tropeçar e complicou ainda mais as chances de acesso. A derrota por 2 a 1 para o Duque de Caxias arrumou a vida do time fluminense, que pulou para o 12.º lugar, com 40 pontos, e ficou mais distante da zona de rebaixamento. Os paulistas somam 45, na oitava posição.

Jogando diante de suas torcidas, Bahia e Juventude voltaram a vencer e respiram na briga contra o rebaixamento à Terceira Divisão. Os baianos fizeram 3 a 0 no Campinense, em Salvador. A primeira vitória sob comando de Paulo Bonamigo garantiu, além dos 35 pontos, a saída do grupo dos quatro últimos. O Campinense segue isolado na lanterna, com apenas 30.

No Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, o Juventude venceu o América-RN por 2 a 1, em confronto direto pelas últimas posições. Os gaúchos estão com 37 pontos, em 15.º lugar. Já o time potiguar termina a rodada com 33 pontos, na 17.ª posição, dentro da zona de rebaixamento.

No último jogo da rodada, o Brasiliense venceu o Ipatinga por 2 a 0, em Taguatinga, e quebrou um jejum de quatro jogos sem vencer. De quebra, distanciou-se da degola. O time amarelo soma 41 pontos, em 11.º lugar. Logo em seguida, em 13.º, está o Ipatinga, com 40.

Confira a 31.ª rodada da Série B:

Terça-feira

Ponte Preta 2 x 1 Bragantino

Portuguesa 1 x 0 Ceará

Bahia 3 x 0 Campinense

Juventude 2 x 1 América-RN

Paraná 2 x 0 Guarani

ABC 2 x 3 Vasco

Duque de Caxias 2 x 1 São Caetano

Brasiliense 2 x 0 Ipatinga

Vila Nova 2 x 1 Figueirense

Fortaleza 0 x 1 Atlético-GO

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.