Vasco anuncia patrocínio de quatro anos com montadora

O Vasco anunciou oficialmente nesta sexta-feira que assinou um contrato de quatro anos com seu mais novo patrocinador. Trata-se da montadora japonesa Nissan, que exibirá a sua logomarca na parte superior das costas da camisa e nos calções do uniforme vascaíno.

AE, Agência Estado

19 de julho de 2013 | 12h05

A marca também passará a ser exibida pelo Vasco nos uniformes de treino e viagem de todas as modalidades do time, assim como terá seu nome exposto na sinalização das três sedes do clube (São Januário, Lagoa e Calabouço).

Ao anunciar a assinatura do contrato, o Vasco não informou os valores do acordo, mas fontes ligadas ao clube revelaram que irá render R$ 28 milhões (R$ 7 milhões por ano) aos cofres cruzmaltinos.

O presidente vascaíno Roberto Dinamite comemorou o acerto firmado com a Nissan, apostando que a montadora japonesa será importante neste processo de reestruturação do clube, cuja situação financeira atual é muito ruim.

"Estamos trabalhando muito para recolocar o Vasco em rumos vitoriosos, este contrato é muito significativo para nossa equipe gestora e nos traz orgulho. É uma honra para todo vascaíno poder contar com uma empresa do porte da Nissan, de credibilidade mundial ao seu lado. São dois gigantes que se associam. Tenho certeza que essa parceria será vitoriosa", ressaltou o dirigente, ao site oficial do Vasco.

François Dossa, presidente da Nissan do Brasil, também celebrou nesta sexta o acordo com o Vasco e espera que a exposição da marca por meio do clube possa ajudar a alavancar as vendas da montadora em solo nacional.

"A Nissan está crescendo no País com a construção de uma nova fábrica no estado do Rio de Janeiro e quer alcançar 5% de market share até 2016. O esporte e o futebol, paixões do brasileiro, são caminhos que escolhemos para dar visibilidade à marca Nissan no Brasil. E escolhemos o Vasco por ser um clube de tradição, além das duas instituições terem em comum o apoio à diversidade, à responsabilidade social e à prática do esporte como plataforma de transformação social. Estamos muito felizes com mais essa nova parceria", disse o executivo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascopatrocínioNissan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.