Marcos Arcoverde
Marcos Arcoverde

Vasco anuncia que rompeu com a principal torcida organizada

Clube afirma não reconhecer mais a Força Jovem e presidente do clube garante que só retomará relação após fim dos conflitos

Estadão Conteúdo

11 de fevereiro de 2015 | 12h21

A diretoria do Vasco anunciou o rompimento com a sua principal torcida organizada, a Força Jovem, ao declarar em nota oficial que não a "reconhece" mais. De acordo com o presidente Eurico Miranda, as relações só poderão ser restabelecidas após o encerramento da investigações judiciais e dos conflitos internos.

"Tendo em vista as investigações desenvolvidas pelo Ministério Público, pela Polícia e pelo Poder Judiciário, o Club de Regatas Vasco da Gama comunica que, por decisão de Diretoria, não reconhece a torcida Força Jovem, enquanto perdurar a suspensão imposta pela Justiça e os seus conflitos internos. Esta comunicação também foi encaminhada ao Ministério Público e à Federação de Futebol do Rio de Janeiro", afirma a nota oficial assinada pelo presidente Eurico Miranda. 

A decisão da diretoria vascaína acontece antes do segundo jogo do time em São Januário nesta temporada, o duelo com o Macaé, nesta quinta-feira, às 19h30, pela quarta rodada do Campeonato Carioca, e tem como estopim a divisão na torcida organizada. 

O "racha" entre os membros da Força Jovem se deu principalmente em razão da disputa eleitoral no Vasco no ano passado. E no primeiro jogo em São Januário em 2015 - a vitória por 2 a 0 sobre o Madureira na última quinta-feira -, a Polícia Militar precisou fazer um cordão de isolamento para separar torcedores e evitar um conflito. Assim, agora o Vasco decidiu pelo rompimento com a sua principal organizada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.