Vasco apela para Juninho Pernambucano em Curitiba

Dono de campanha irregular no Brasileirão, o Vasco tem compromisso muito difícil neste domingo, quando visita um motivado Coritiba, a partir das 16 horas, no Estádio Couto Pereira. Para o técnico Dorival Júnior, o jogo é tão importante que ele resolveu levar o meia Juninho Pernambucano para a capital paranaense, sem dar descanso para o veterano craque de 38 anos.

AE, Agência Estado

11 de agosto de 2013 | 08h45

Há um acerto entre Vasco e Juninho Pernambucano para que ele atue apenas em partidas de importância especial - assim, é poupado de outros jogos. Mas Dorival Júnior quis a presença do ídolo vascaíno neste domingo. Assim, conversou com o atleta, de quem recebeu o aval, e viajou mais tranquilo para Curitiba.

O Vasco vai ter desfalques com relação ao time que empatou quinta-feira contra a Ponte Preta, em São Januário, jogo em que Juninho Pernambucano chegou a perder um pênalti. O atacante André levou o terceiro cartão amarelo e deve dar a vaga para o equatoriano Tenório. Já o lateral-esquerdo Yotún teve de se apresentar à seleção do Peru e vai ficar fora do clube por duas partidas. Mas Renato Silva e Wendel, que cumpriram suspensão, voltam à equipe.

Para Dorival Júnior, um empate com o Coritiba fora de casa já seria um resultado interessante para o Vasco. Seu discurso, no entanto, é de que o time, obviamente, vai buscar a vitória. Por isso, a opção por Juninho Pernambucano, embora todos no clube saibam que expor o atleta a várias partidas seguidas pode ter um custo não desejado para o Vasco e o próprio jogador, que já reclamou de dores musculares contra a Ponte Preta.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.