Vasco aposta em veteranos para derrotar a Ponte Preta

Uma dupla de qualidade refinada, formada por Juninho Pernambucano e Felipe, foi a opção do técnico Marcelo Oliveira para buscar uma vitória neste domingo, às 16 horas, contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois têm um estilo parecido, de dribles desconcertantes e passes precisos, embora normalmente cansem se o ritmo da partida for intenso.

SÍLVIO BARSETTI, Agência Estado

23 de setembro de 2012 | 09h09

O Vasco está em quarto lugar no Brasileirão e vem de atuações irregulares, que culminaram com a demissão recente do técnico Cristóvão Borges. Mas seu substituto, Marcelo Oliveira, já deu uma "mexida" na equipe. O time teve atuação destacada na última rodada, quando arrancou um empate com o Cruzeiro, em Minas Gerais.

Marcelo Oliveira não quis abordar a mudança repentina sofrida pela Ponte Preta: a saída do técnico Gilson Kleina, que assumiu o Palmeiras na vaga de Luiz Felipe Scolari. Disse que não cabe ao Vasco analisar a questão e que não pode afirmar se a equipe de Campinas vai sofrer em campo algum efeito da troca. Preferiu enaltecer o adversário, "ainda mais quando atua em casa".

O técnico ainda mantinha uma dúvida na escalação do time: não definira se utilizaria o equatoriano Tenório ou Éder Luís no ataque, para fazer dupla com Alecsandro. Durante a semana, Marcelo Oliveira deu ênfase a jogadas que surgiam de bola parada, ou seja, cobranças de faltas e escanteios. Acredita que um lance isolado, a partir desses treinamentos específicos, possa definir a partida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.