@vasco / Twitter
@vasco / Twitter

Vasco atua com rapidez e anuncia contratação de Lisca como novo treinador

Técnico de 48 anos chega para ocupar o lugar de Marcelo Cabo e assina contrato até o final de 2021

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2021 | 13h00

A diretoria do Vasco agiu com rapidez e oficializou nesta terça-feira a contratação de Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, o Lisca, como novo treinador. O antigo comandante do América-MG chega para substituir Marcelo Cabo, demitido na segunda-feira

Juntamente com o auxiliar técnico Márcio Hahn, Lisca terá a missão de levar a equipe carioca à elite do Campeonato Brasileiro. No momento, o Vasco está na 8ª colocação da Série B, com 18 pontos. O contrato assinado pelo treinador é válido até o fim de 2021. 

Sua carreira começou nas categorias de base do Internacional, em 1990. Depois, acumulou trabalhos nos juniores de São Paulo, Grêmio e Fluminense até assumir o time profissional do Brasil de Pelotas, em 2007. Seis anos depois, Lisca subiu com o Juventude para a segunda divisão nacional, mas seu trabalho de maior destaque veio no Ceará. Em 2015, o treinador comandou uma reação do Vozão, que estava beirando o rebaixamento à terceira divisão. Mais tarde, em sua segunda passagem, o 'Lisca Doido' também reverteu a crise vivida pelos cearenses na Série A e manteve a equipe na primeira divisão.

Antes de assumir o Vasco, fez um bom trabalho de 16 meses no América-MG. Os mineiros alcançaram a semifinal da Copa do Brasil pela primeira vez na história e foram vice-campeões estaduais em 2021, perdendo o título para o Atlético-MG. Apesar disso, Lisca não sobreviveu aos resultados ruins no início da Série A deste ano e deixou o cargo em 14 de junho. 

Após a saída de Miguel Ángel Ramírez do Internacional, seu nome foi especulado em Porto Alegre, ainda mais por sua identificação com o clube, mas a nova casa do treinador acabou sendo mesmo o Vasco. Vale lembrar que, há alguns dias, Lisca recusou uma proposta do rival Botafogo, que demitiu Marcelo Chamusca. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.