Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br
Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br

Vasco bate Água Santa nos pênaltis e pega Palmeiras nas oitavas da Copa São Paulo

Cruzmaltino sofre para eliminar time do interior de São Paulo, após empate por 1 a 1 no tempo normal

Estadão Conteúdo

14 Janeiro 2018 | 17h58

Debaixo de muita chuva e sob muito vento, o Vasco precisou dos pênaltis para garantir a classificação às oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior neste domingo, diante do Água Santa, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema.

+ Vasco minimiza turbulência e goleia o São Mateus-ES em jogo-treino

+ Zé Ricardo tranquiliza torcida do Vasco e diz que trabalho no campo é positivo

Após empate por 1 a 1 no tempo normal, o Vasco ganhou do Água Santa, por 3 a 1, nos pênaltis. Nas oitavas de final, o time carioca vai enfrentar o Palmeiras, que mais cedo goleou o Taubaté, por 7 a 0, no Vale do Paraíba. O jogo deve acontecer na próxima terça-feira, mas o horário ainda será definido pela Federação Paulista de Futebol.

O primeiro tempo teve o Vasco partindo com tudo para cima do time da casa e criando duas boas chances antes de o placar ser aberto. Robinho acertou a trave em chute cruzado e Júlio César fez grande defesa em finalização de Hugo Borges. O time paulista respondeu em falta cobrada por Lucas Gadelha de longa distância.

Aos 30 minutos, Robinho recebeu lançamento de Dudu e bateu no cantinho de Júlio César, que dessa vez nada pôde fazer. Mesmo na frente do placar, o Vasco continuou em cima e quase ampliou com Hugo Borges. A bola saiu por cima do travessão.

O Água Santa não conseguia atacar e viu o Vasco desperdiçar três oportunidades no começo do segundo tempo. Na melhor delas, Marrony finalizou da entrada da área e Júlio César se esticou todo para espalmar pela linha de fundo.

Mas o time carioca foi castigado aos 28 minutos. Danilo Costa aproveitou cobrança de falta fechada e cabeceou com força. O goleiro vascaíno ainda tocou na bola, mas não o bastante para evitar o empate. Os cariocas pressionaram nos minutos finais em busca da vitória, mas a definição do classificado acabou indo para os pênaltis.

Nas cobranças, a estrela de Alexander brilhou. Com duas defesas, o goleiro do Vasco garantiu a vitória por 3 a 1. O Água Santa ainda desperdiçou outro pênalti, batido para fora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.