Vasco bate Corinthians-PR por 1 a 0 e abre vantagem

Pressionado, o Vasco sabia que um tropeço na noite desta quarta-feira, em Curitiba, agravaria a crise no clube após a eliminação no Campeonato Carioca. Mas o time reagiu bem: venceu o Corinthians-PR por 1 a 0 e ficou bem próximo das quartas de final da Copa do Brasil.

AE, Agência Estado

15 de abril de 2010 | 00h06

O torneio nacional é a esperança vascaína de quebrar o jejum de sete anos sem conquistas de primeiro escalão. Com o resultado, a equipe cruzmaltina joga pelo empate, quarta-feira que vem, em São Januário, para avançar na competição.

O Vasco se sentiu em casa nesta quarta. E não é exagero. Os torcedores cruzmaltinos eram maioria no Estádio Durival de Britto e o time do Corinthians, assim que entrou em campo, ouviu muitas vaias. Parecia que estava em São Januário.

Eliminado no Carioca e visivelmente abatido pela derrota para o Flamengo, por 2 a 1, no domingo, pelas semifinais da Taça Rio, o time carioca buscava a redenção na capital paranaense.

O time vascaíno esteve longe de fazer uma partida primorosa. Mas demonstrou muita vontade de dar a volta por cima e foi premiado. O Vasco conseguiu um bom resultado, que lhe dá tranquilidade para o jogo de volta.

No primeiro tempo, o volante Léo Gago arriscou chute forte de fora da área e o goleiro Colombo fez boa defesa. Na etapa final, não teve jeito. Léo Gago acertou um belo chute, de longe, no ângulo: 1 a 0 para o Vasco, aos 21 minutos.

O Vasco poderia ter ampliado o placar. Não fez isso por duas razões: pela má pontaria e pelo gol mal anulado do atacante Élton na primeira etapa - a arbitragem assinalou impedimento inexistente.

O Corinthians, porém, não foi uma presa fácil. O time paranaense apertou a marcação, dificultou a vida do Vasco, mas esbarrou em suas próprias limitações.

Ficha técnica:

Corinthians-PR 0 x 1 Vasco

Corinthians-PR - Colombo; Peixoto, Leandro e Elton; Thiago Araújo (Saimon), Cícero, Renan, Willian e Rodrigo (Andrezinho); Cristiano e Bruno Batata (Safira). Técnico: Lio Evaristo.

Vasco - Fernando Prass; Fagner, Thiago Martinelli, Titi e Márcio Careca; Rafael Carioca, Nilton, Léo Gago e Carlos Alberto; Philippe Coutinho e Elton. Técnico: Gaúcho.

Gol - Léo Gago, aos 21 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Thiago Araújo, Renan, Cícero, Elton e Willian (Corinthians-PR). Titi, Elton e Nilton (Vasco).

Árbitro - Nielson Nogueira Dias (PE).

Renda - R$ 34.900,00.

Público - 1.249 pagantes.

Local - Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.