Vasco busca vitória para encerrar jejum e deixar degola

Há seis jogos sem vencer (são cinco derrotas seguidas) e na zona de rebaixamento, o Vasco precisa de uma vitória neste domingo sobre o Bahia, às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time baiano já perdeu três vezes em casa nesta competição e os vascaínos venceram também três vezes fora.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2013 | 09h05

O Vasco terá o retorno de Juninho Pernambucano, que foi poupado e não jogou na derrota para o Goiás, no meio de semana, pela Copa do Brasil. Para o técnico Dorival Júnior, "está na hora da virada". "Não tenho dúvidas de que o Vasco ainda vai engatilhar uma sequência boa", disse.

O treinador está na corda bamba. A diretoria vascaína já teria calculado o valor da rescisão de contrato, que giraria em torno de R$ 900 mil. Uma nova derrota pode custar a ele o cargo. O ambiente, pelo menos, ficou um pouco mais tranquilo, já que na última sexta-feira a diretoria quitou um dos dois meses de salários atrasados.

Para o atacante Edmílson, que espera se manter entre os titulares após o gol relâmpago marcado sobre o Goiás, o Vasco não precisa torcer contra os rivais na luta contra o rebaixamento. "Não dependemos deles, só das nossas forças. Se fizermos nossa parte nos 15 jogos, vamos escapar. No momento é assim e não podemos deixar que piore", disse o jogador. "O grupo está aí se empenhando, vindo alegre para treinar e vamos reverter esse momento. Daqui a pouco vai virar para o nosso lado".

O time não terá mais uma vez Carlos Tenorio, que só deve voltar a jogar em novembro após estiramento na coxa. "O Vasco precisa de todos e é bom o Dorival poder ter essa confiança a cada mudança que ele faz.

Ele não falou nada, acho que ninguém sabe quem joga. Mas o importante é estarmos fechados, com cabeça boa", afirmou Edmílson.

A maior disputa de vagas no time titular se dá no meio: enquanto Juninho Pernambucano e Marlone parecem estar garantidos, Fillipe Soutto, Pedro Ken, Abuda, Wendel e Dakson concorrem pelas outras vagas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.