Vasco cassa liminar que liberava Leandro Amaral

Agora, jogador terá que retornar ao Vasco ou entrar com novo recurso na Justiça do Trabalho

Redação,

27 de fevereiro de 2008 | 20h11

Finalmente o Vasco conseguiu o troco na briga que trava com o atacante Leandro Amaral, que rompera contrato com o clube para assinar com o Fluminense. A 33.ª Vara de Trabalho do Rio de Janeiro suspendeu a liminar que Leandro havia obtido para se desligar do Vasco e se transferir para o rival.O jogador tinha assinado contrato com o clube vascaíno que permitia aos dirigentes a renovação automática por mais um ano. Seduzido pela volumosa proposta do Fluminense, o jogador não quis cumprir a extensão e conseguiu a liberação na justiça. Agora, o Vasco cassou a liminar e Leandro Amaral está impedido de atuar pelo clube das Laranjeiras. O jogador ainda pode recorrer."A Federação [de Futebol do Rio] foi notificada que o contrato com o Fluminense está anulado e ele não tem condição de jogo. Se quiserem continuar com o Leandro terão que pagar a multa rescisória", disse Eurico à rádio Tupi. O valor da multa é superior a R$ 9 milhões. Em nota, o Fluminense diz que só irá se pronunciar quando for notificado oficialmente pela Justiça.

Tudo o que sabemos sobre:
VascoLeandro AmaralFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.