Vasco celebra vaga, mas admite que precisa melhorar

O Vasco evitou a zebra e eliminou o Olaria com a vitória por 1 a 0, na noite de sábado, no Engenhão. Apesar disso, os jogadores vascaínos sabem que precisam melhorar para a final da Taça Rio, quando irão enfrentar Flamengo ou Fluminense - o clássico deste domingo define o outro finalista do segundo turno do Campeonato Carioca.

AE, Agência Estado

24 de abril de 2011 | 09h25

"Está todo mundo de parabéns pela classificação, mas deixamos a desejar, principalmente no segundo tempo", admitiu o meia Felipe, um dos líderes do elenco vascaíno, após a vitória sobre o Olaria. Ele, inclusive, aproveita para fazer um alerta aos companheiros. "Para ser campeão da Taça Rio, a gente tem que melhorar."

Autor do gol da vitória sobre o Olaria, o atacante Eder Luis dividiu o mérito com o volante Fellipe Bastos, que lhe deu um passe perfeito. "Tanto o gol como o passe colaboraram bastante na classificação do Vasco. Tive uma conclusão perfeita, mas o passe foi muito preciso. Tenho que dar todos os méritos para o Fellipe", afirmou.

"Temos trabalhado muito e estamos conseguindo cumprir nossos objetivos. Sabíamos que o jogo contra o Olaria seria muito difícil, porque o time deles é muito bom e marca muito forte, mas graças a Deus conseguimos o resultado", comemorou Fellipe Bastos, que espera agora brilhar também na grande final da Taça Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.