Vasco comemora classificação, mas tenta conter euforia

A classificação para a decisão da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, foi comemorada pelo Vasco, mas o técnico Vágner Mancini fez questão de conter qualquer situação de euforia. O treinador acredita que a decisão contra o vencedor do duelo entre Botafogo e Flamengo será muito complicada.

AE, Agencia Estado

14 de fevereiro de 2010 | 10h35

"Ainda não há nada decidido. Esse grupo já foi merecedor de conquistar essa vaga, que é muito importante, mas ainda temos um jogo pela frente", afirmou Mancini, após a vitória por 6 a 5 na disputa de pênaltis, forçada pelo empata por 0 a 0 no tempo regulamentar.

Artilheiro do Campeonato Carioca com sete gols, o atacante Dodô reconheceu que o Vasco não teve uma atuação brilhante, mas ressaltou a conquista do objetivo. "Infelizmente, nós não pudemos exibir um futebol bonito, mas o que importa é que conseguimos a vitória", disse.

Dúvida para o duelo por conta de uma lesão, o meia Carlos Alberto entrou em campo e converteu uma pênalti. Ele acredita que o Vasco poderia ter conseguido a classificação no tempo regulamentar. "Não ganhamos nos 90 minutos por detalhes, mas fomos felizes nos pênaltis", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.