Vasco confirma 100% de aproveitamento na Taça Guanabara

Time de São Januário passa fácil pelo fraco Boavista

AE, Agência Estado

18 de fevereiro de 2012 | 21h18

RIO - Já classificado para as semifinais da Taça Guanabara, com o primeiro lugar do Grupo B garantido, o Vasco jogou o suficiente para vencer o Boavista neste sábado, no Engenhão, por 1 a 0. Assim, a equipe confirma 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca, com sete vitórias em sete partidas.

O goleiro Fernando Prass, com ótimas defesas, teve grande participação no resultado, após o técnico Cristóvão Borges ter escalado um time misto. O adversário dos vascaínos na semifinal, que acontecerá nesta quarta-feira, no Engenhão, vai ser o Flamengo, que ficou em segundo lugar no Grupo A.

Jogadores importantes, como Felipe e Juninho Pernambucano, foram poupados neste sábado. Em compensação, o gol da vitória foi marcado por um reserva: Kim, aos 33 minutos do segundo tempo.

O JOGO

A primeira chance vascaína foi aos 14 minutos. Diego Souza cobrou falta de fora da área e a bola passou perto, à direita do goleiro Thiago. Aos 24, pela esquerda, Diego cruzou na cabeça de Douglas, que obrigou o goleiro do Boavista a fazer boa defesa.   A resposta do Boavista veio dois minutos depois. Paulo Rodrigues cobrou falta, pela direita, mas a bola passou por todo mundo e saiu pela linha de fundo, próximo ao gol defendido por Fernando Prass. Foi a última chance do primeiro tempo.

Na segunda etapa, aos 8 minutos, William Barbio fez boa jogada pela direita, invadiu a área e bateu cruzado. A bola tocou na trave antes de sair pela linha de fundo. Aos 17, grande defesa de Prass. Marlon arriscou, de fora da área, e bateu forte. O goleiro se esticou para defender e mandar a bola para escanteio.

O gol da vitória demorou, mas saiu em belo estilo. Jonathan driblou dois e, no terceiro marcador, caiu. A bola sobrou para Kim, que bateu colocado, no canto esquerdo do goleiro Thiago, que se esticou mas não alcançou. Os vascaínos ainda tiveram chance de ampliar aos 43. Fágner cruzou e Nilton cabeceou, mas a bola saiu à esquerda do gol.

BOAVISTA 0 X 1 VASCO

BOAVISTA - Thiago; Sheslon, Bruno Costa, Luiz Alberto (Helton) e Paulo Rodrigues; Júlio César, Fabrício, Leandro Teixeira e Fabiano Gadelha (Marlon); André Luis e Somália (Bruno Veiga). Técnico - Alfredo Sampaio.

VASCO - Fernando Prass; Fagner, Douglas, Renato Silva e Max; Nilton, Eduardo Costa, Diego Rosa e Diego Souza (Jonathan); Wiliam Barbio (Jhon Cley) e Alecsandro (Kim). Técnico - Cristóvão Borges.

GOL - Kim, aos 33 do segundo tempo.

ÁRBITRO - Luis Antonio Silva dos Santos.

CARTÕES AMARELOS - Helton, Bruno Costa e Paulo Rodrigues.

RENDA - R$ 30.020,00.

PÚBLICO - 1.743 pagantes.

LOCAL - Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.