Vasco consegue empate fora de casa na Copa do Brasil

Time carioca sai de Bragança Paulista com um 2 a 2 sobre o Bragantino que pode facilitar a classificação

Agência Estado

20 de março de 2008 | 22h48

O Vasco da Gama conquistou um bom empate e segue com boas chances de classificação às oitavas-de-final da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira à noite, ficou no 2 a 2 com o Bragantino, no Estádio Marcelo Stefani, em Bragança Paulista. Veja também: Calendário / Resultados Com o resultado fora de casa, o time avança em caso de empate sem gols ou por 1 a 1 no segundo jogo, marcado para o dia 3 de abril, no Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. O Bragantino só avança com um empate se o resultado for de 3 a 3 para cima. Um novo 2 a 2 leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer, avança.Bragantino2Gléguer; Vanderlei, Tiago Vieira     e Da Silva; Nei Santos, Moradei, André Gaspar (Didi), Zeziel (Léo) e Marquinhos; Bill e Malaquias (Nunes    )Técnico: Marcelo VeigaVasco2Tiago; Vílson    , Jorge Luiz e Eduardo; Wágner Diniz (Luisão), Jonílson    , Leandro Bonfim    , Morais e Calisto    ; Alan Kardec e Jean (Alex Teixeira)Técnico: Alfredo SampaioGols: Bill, aos nove. Eduardo, aos 18 minutos do primeiro tempo. Alan Kardec, aos 34. Nunes, aos 41 minutos do segundo tempoÁrbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)Renda: Não informadoPúblico: Não informadoEstádio: AMrcelo Stefani Logo aos nove minutos, Zeziel deu belo passe em profundidade para o atacante Bill. O goleiro Eduardo saiu, fechando o ângulo, e o atacante do Bragantino tocou com categoria. Aos 18, o Vasco empatou. Após cobrança de falta da intermediária, o zagueiro Eduardo subiu mais do que seus marcadores e escorou de cabeça. Na etapa final, o time da casa dominou, mas não conseguia furar a defesa vascaína. Aos 27 minutos, uma confusão generalizada ocorreu dentro da área do Vasco, após trombada entre o atacante Nunes e o goleiro Eduardo.  Mesmo sem fazer grande partida, o Vasco virou as 34 minutos. Após cruzamento de Calisto pela esquerda, Alan Kardec apareceu na área e, também de cabeça, concluiu. Mas o Bragantino encontrou forças para reagir. O zagueiro Vilson falhou dentro da área e Nunes bateu firme para as redes, aos 41 minutos.

Tudo o que sabemos sobre:
VascoBragantinoCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.