Vasco/Divulgação
Vasco/Divulgação

Vasco e 777 assinam contrato de R$ 700 milhões da SAF; clube tem 15 dias para aprovar

Conselho Deliberativo tem 15 dias, prorrogáveis por mais dez, para avaliar oferta de futura Sociedade Anônima do Futebol do clube carioca

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2022 | 13h08

O Vasco anunciou nesta segunda-feira, dia 27, a conclusão da assinatura dos contratos do acordo com a 777 Partners pela compra de 70% da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) por R$ 700 milhões, com todas as regras estabelecidas em lei, como a hierarquia de suas dívidas em até R$ 700 milhões. Agora, a oferta segue para a Comissão de Estudos do Conselho Deliberativo para avaliação. Há prazos para isso. 

"Os membros da Comissão do Vasco terão acesso a todos os contratos, devendo observar as regras de confidencialidade. Já havíamos avançado na análise do Memorando de Entendimentos e agora vamos trabalhar duro para concluir o relatório para que o Vasco se beneficie logo do acordo", disse Roberto Duque-Estrada, presidente da Comissão. Se beneficiar logo significa ter o dinheiro em mãos.

Segundo o Vasco, os documentos finalizados abordam o contrato de investimentos, acordo de acionistas, instrumento de cessão das ações, cartas de garantias, licenciamento de marcas, cessão e investimentos em centros de treinamento, aluguel de São Januário, entre outros assuntos. Tudo deverá ser aprovado. 

Agora, a Comissão terá 15 dias, prorrogáveis por mais dez, para análise favorável ou não da venda da SAF para a 777. O parecer será votado pelo Conselho Deliberativo, sendo levado em última instância para a votação dos sócios em Assembleia Geral Extraordinária. Vale ressaltar que a 777 assumiu o compromisso de investir R$ 120 milhões logo após a aprovação do contrato. Com isso, existe a possibilidade de a equipe carioca buscar reforços na janela de transferências do meio do ano, que vai de 18 de julho até 15 de agosto.

Após uma Série B frustrante no ano passado, o Vasco é o vice-líder da segundona, com 30 pontos, um a menos do que o Cruzeiro, único invicto da competição até o momento. O time cruz-maltino entra em campo na quarta-feira para encarar o Novorizontino, fora de casa, às 21h30, pela 15ª rodada. A torcida tem apostado no time nesta temporada e espera que a SAF possa ajudar no Brasileirão do ano que vem, caso o clube confirme sua volta. Além de Vasco, Botafogo e Cruzeiro também se tornaram Sociedade Anônima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.