Rafael Ribeiro/Vasco
Rafael Ribeiro/Vasco

Vasco demite técnico português Ricardo Sá Pinto após derrota para o Athletico-PR

Treinador havia chegado ao cargo em outubro e acumulou somente três vitórias em 15 partidas

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de dezembro de 2020 | 12h37

O Vasco anunciou nesta terça-feira a demissão do técnico português Ricardo Sá Pinto. Após 15 partidas no comando, apenas três vitórias conquistadas e somente dois meses de trabalho, o treinador teve a saída definida depois da derrota de domingo por 3 a 0 para o Athletico-PR, em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro. A equipe carioca está na zona de rebaixamento do Brasileirão, com o 17º lugar e apenas 28 pontos conquistados.

Na segunda-feira o presidente do Vasco, Alexandre Campello, e o futuro mandatário do clube, Jorge Salgado, tiveram uma reunião para analisar a troca de comando. Após definirem a saída do português, os dirigentes já começam a procurar um substituto e o mais cotado é Zé Ricardo. O treinador já teve passagem pelo clube entre 2017 e 2018 e está sem time desde o fim do ano passado, quando deixou o Inter.

Sá Pinto chegou ao Vasco em outubro para substituir Ramón Menezes. O time na época estava na 13ª posição da tabela. Nos últimos dois meses a equipe carioca perdeu sete jogos, empatou cinco e ganhou apenas três. Sob o comando do português, o Vasco passou pelo Caracas na Copa Sul-Americana, mas caiu na fase seguinte diante do Defensa Y Justicia, da Argentina. No Brasileirão, foram três derrotas nas últimas cinco rodadas.

"Tomei a decisão de fazer a mudança na comissão técnica a partir também de um entendimento com o vice de futebol e com o novo presidente, já que só estarei no cargo por mais aproximadamente 20 dias. Um novo treinador será anunciado em breve", disse o presidente do clube, Alexandre Campello. Junto com o treinador português, deixam o clube mais outros três compatriotas que faziam parte da comissão técnica. O auxiliar Rui Mota, o preparador físico Miguel Moreira e o analista Igor Dias também se despedem do Vasco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.