Vasco derrota Coritiba por 2 a 1

O Coritiba desperdiçou a oportunidade de se igualar em pontos ao Santos, na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Atuando mal, perdeu para o Vasco, por 2 a 1, nesta quinta-feira à noite, em São Januário, e manteve-se na terceira posição. O time carioca subiu da 18ª para a 15ª. E venceu de forma inquestionável: jogou com um atleta a menos desde os 15 minutos de partida, com a expulsão do zagueiro Henrique. O primeiro tempo parecia que seria todo do adversário, após a saída do jogador do Vasco. O Coritiba até que criou bons ataques com Marco Brito e Edu Sales. Mas sem objetividade. No time carioca, a expectativa era pela atuação de Edmundo, que se envolveu numa polêmica ao participar de um jogo de futebol soçaite na noite de terça-feira. O artilheiro não se saiu mal. Organizou vários lances de perigo, tabelou, deu passes precisos e abriu o placar, aos 45 minutos de jogo. Ele cobrou bem o pênalti cometido por Reginaldo Nascimento, que fez falta em Edinho. Foi o centésimo gol de Edmundo em campeonatos brasileiros. O Vasco teve de segurar a pressão do Coritiba no início da etapa final. Em 15 minutos, os paranaenses estiveram por marcar cinco vezes. Em três delas, o goleiro Fábio evitou o gol com excelentes defesas. Lima, de cabeça, sozinho da pequena área, também deixou escapar o empate. Aos poucos, o Vasco conseguiu equilibrar a partida e passou a jogar nos contra-ataques. Aos 43, Edmundo tocou a bola para Danilo, que completou de perna esquerda, assinalando 2 a 0. Já nos descontos, Alex Silva fez pênalti em Odvan. Edu Sales cobrou e diminui a diferença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.