Luis Miguel Ferreira/Madureira EC
Luis Miguel Ferreira/Madureira EC

Vasco derrota Madureira e mantém liderança do Campeonato Carioca

Equipe cruzmaltina chegou a abrir vantagem de três gols, mas passou sufoco no final do jogo.

Redação, Estadao Conteudo

06 de fevereiro de 2022 | 18h37

O Vasco segue invicto no Campeonato Carioca. Neste domingo à tarde, venceu fora de casa o Madureira, pelo placar de 3 a 1, e se consolidou nas primeiras colocações do Estadual. Após quatro rodadas, o time soma um empate e três vitórias em sequência. Soma dez pontos.

O técnico Zé Ricardo já havia sinalizado que poderia poupar alguns atletas para a partida e o gramado encharcado em Madureira só reafirmou a sua decisão. Artilheiros do Estadual, com três gols cada, Nenê e Raniel ficaram de fora. Getúlio ocupou o ataque e foi bem: marcou duas vezes.

O técnico aproveitou a ausência do veterano meia para alterar o esquema tático, promovendo a entrada do zagueiro equatoriano Luis Cangá. Com três defensores, ele adiantou os laterais para apoiarem mais o ataque. Mas o sistema defensivo novamente apresentou falhas.

Após abrir o placar em belíssimo arremate de fora da área de Gabriel Pec, o time foi pressionado e a equipe do subúrbio carioca passou a criar boas chances. Na melhor delas, Rafinha acertou o travessão, em potente chute da intermediária.

Quando começou a forçar as jogadas áreas, contudo, o Madureira perdeu força. Ganhando todas pelo alto, o zagueiro Anderson Conceição ainda se lançou ao ataque e participou do segundo gol. Dida espalmou seu cabeceio, mas Getúlio, artilheiro da tarde, bateu no rebote.

A vitória vascaína poderia ser definida logo no início do segundo tempo, quando Getúlio, desta vez de cabeça, fez 3 a 0. Só que a equipe voltou a recuar e, assim como na vitória sobre o Nova Iguaçu, passou sufoco. O Madureira descontou quando Anderson e Edimar ficaram indecisos e Pipico aproveitou para invadir a área e bater forte, ainda aos 16 minutos.

Daí para frente, o time da casa teve maior posse de bola e passou a rondar a área vascaína. Para alívio do torcedor cruzmaltino, o rival não mostrou força para finalizar.

Na quarta-feira, às 21h35, o Vasco recebe a Portuguesa em São Januário. O Madureira joga às 15h30, em Moça Bonita, contra o Bangu.

FICHA TÉCNICA:

MADUREIRA 1 x 3 VASCO

MADUREIRA - Dida; Rhuan Rodrigues (Paulo Cezar), Feliphe Gabriel, Edgar Silva (Lucas Adell) e Diogo Carlos (Michael); Felipe Dias (Marlinho), Nonato (Henrique Luiz) e Rafinha; Ygor Catatau, Pipico e Erick Pulga. Técnico: Alfredo Sampaio.

VASCO - Thiago Rodrigues; Ulisses (Léo Matos), Luis Cangá e Anderson Conceição; Weverton, Matheus Barbosa, Juninho (Galarza), Bruno Nazário (Isaque) e Edimar; Gabriel Pec (Laranjeira) e Getúlio (Raniel). Técnico: Zé Ricardo.

GOLS - Gabriel Pec, aos 5, e Getúlio, aos 30 minutos do primeiro tempo. Getúlio, aos 6, e Pipico, aos 16 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ulisses (Vasco); Ygor Catatau (Madureira).

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo.

RENDA - R$ 69.180,00.

PÚBLICO - 2.175 pagantes.

LOCAL - Estádio Aniceto Moscoso (Conselheiro Galvão), no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.