Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Vasco derrota o Madureira na estreia de Milton Mendes e vence a primeira na Taça Rio

Cruzmaltino respira mais aliviado após vitória por 1 a 0, em casa

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

22 de março de 2017 | 21h54

Na estreia do técnico Milton Mendes, o Vasco venceu o Madureira por 1 a 0, no estádio de São Januário, e saltou para a liderança de seu grupo na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. O treinador estreante mostrou que tem estrela: bancou o meia Yago Pikachu como titular e foi dele o único gol vascaíno, aos 17 minutos do primeiro tempo.

Esta foi a primeira vitória do Vasco na Taça Rio - o time havia empatado as duas primeiras partidas. Ainda assim, o resultado foi suficiente para colocar o time na liderança do Grupo C, com cinco pontos, embora possa ser ultrapassado na quinta-feira pelo Fluminense.

O próximo jogo do Vasco será no domingo, às 18h30, contra o Flamengo, no Mané Garrincha, em Brasília, pela quarta rodada da Taça Rio. Um dia antes, o Madureira enfrentará a Portuguesa em Moça Bonita.

O JOGO

O Vasco começou dominando o jogo e perdeu sua primeira chance logo aos oito minutos: Andrezinho recebeu de Nenê e acionou Yago Pikachu, que foi desarmado na hora do chute. Mais oito minutos se passaram e, aos 16, foi a vez de o atacante Luis Fabiano chegar com perigo. Ele recebeu de Nenê em boa posição, mas acabou chutando fraco para fora.

No minuto seguinte a bola finalmente entrou, depois de uma falha bisonha do zagueiro Jorge Fellipe. Após ataque do Madureira, Jordí bateu o tiro de meta e a bola estava livre para o defensor, que tentou atrasar para o goleiro Rafael Santos, cabeceando a bola em sua direção. O toque foi fraco e a bola sobrou para Pikachu, que não teve dificuldade para marcar.

Após sofrer o gol, o Madureira passou a atacar mais e conseguiu equilibrar o jogo, mas não chegou a levar grande perigo ao Vasco. Explorando os contra-ataques, o time da casa quase conseguiu ampliar sua vantagem. Em um dos ataques mais perigosos, aos 33 minutos, Andrezinho cobrou escanteio, Rafael Santos tirou com um soco na bola, que sobrou para Nenê na entrada da área. O meia chutou, a bola rebateu na zaga e voltou, ele emendou de direita para nova defesa parcial de Rafael Santos. Rafael Marques pegou o rebote e cabeceou à esquerda do gol.

No segundo tempo, o jogo permaneceu disputado e as duas equipes tiveram boas chances, todas desperdiçadas. Aos 17 minutos, o zagueiro Jorge Fellipe cometeu novo erro: perdeu a bola para Luis Fabiano, que seguiu sem marcação até a frente do gol e chutou, obrigando Rafael Santos a fazer uma ótima defesa. No rebote, Nenê bateu forte e o goleiro novamente evitou o gol.

Em seu quarto jogo pelo Vasco, Luis Fabiano teve nova chance aos 27 minutos: ele dominou a bola, deu um chapéu no adversário que o marcava e foi travado na hora de chutar. O atacante foi substituído e saiu mancando a perna esquerda mancando, mas afirmou que era apenas um cansaço muscular.

Já nos acréscimos, aos 47 minutos, Nenê tentou marcar um gol olímpico ao cobrar um escanteio e obrigou Rafael Santos a fazer bela defesa. Assim, o Vasco acabou vencendo pelo placar mínimo na estreia de Milton Mendes.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 1 x 0 MADUREIRA

VASCO - Jordí; Gilberto, Jomar, Rafael Marques e Henrique; Jean (Julio dos Santos), Douglas, Yago Pikachu, Nenê e Andrezinho (Escudero); Luis Fabiano (Thalles). Técnico: Milton Mendes.

MADUREIRA - Rafael Santos; Rodrigo Raggio (Ruan), Diego Guerra, Jorge Fellipe e Douglas Lima; Leandro Carvalho, Rezende, William (Pirão) e Luciano Naninho; Julio Cesar (Giovane Maranhão) e Souza. Técnico: PC Gusmão.

GOL - Yago Pikachu (Vasco), aos 17 minutos do 1º tempo.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo.

CARTÕES AMARELOS - Andrezinho, Douglas e Gilberto (Vasco) e Souza (Madureira).

RENDA - R$ 66.190.

PÚBLICO - 3.218 pessoas (2.797 pagantes).

LOCAL - Estádio de São Januário, no Rio.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.