Vasco dispensa Alex e suspende Valdir

O clima foi de tensão hoje em São Januário. A diretoria do Vasco, de uma vez só, anunciou três medidas drásticas: rescindiu o contrato do atacante Alex Alves, suspendeu por três dias e aplicou uma multa sobre o salário do atacante Valdir, além de ter dispensado o lateral-esquerdo Canhoto. De acordo com o presidente Eurico Miranda, o primeiro foi demitido por justa causa - não compareceu ao trabalho e nem cumpriu com as obrigações. "Desde sábado o Alex sabia que o contrato dele estava rescindido", declarou o dirigente. A recente crise de relacionamento com o meia Petkovic e a discussão com o técnico Geninho, durante reunião realizada na segunda-feira, foram apontadas como as principais causas da suspensão de três dias do atacante Valdir. Valdir também foi multado, mas o valor não foi divulgado. Por causa da suspensão, o atacante estará fora da partida de quinta-feira, contra o Grêmio, no Estádio Olímpico. Geninho falou sobre a decisão da diretoria de multar Valdir, artilheiro do Campeonato Carioca deste ano. "Perder um jogador nunca é bom, mas não pode abrir mão do respeito e da hierarquia", declarou. Contratado ao XV de Novembro, de Campo Bom, para solucionar a escassez de talento na lateral-esquerda, Canhoto não teve bom desempenho e acabou sendo dispensado.

Agencia Estado,

31 Agosto 2004 | 19h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.