Vasco e Botafogo empatam e deixam o Flamengo na liderança

Vasco e Botafogo empatam e deixam o Flamengo na liderança

Igualdade por 1 a 1 no Maracanã deixa rubro-negro em primeiro

RONALD LINCOLN JR., O Estado de S. Paulo

29 Março 2015 | 18h25

Vasco e Botafogo fizeram um duelo cauteloso no Maracanã e terminaram empatados por 1 a 1 neste domingo, pelo Campeonato Carioca. O resultado afastou os dois times da liderança da competição, ambos estão empatados com 30 pontos, dois a menos que o Flamengo.

O receio de tomar gols e ceder ao rival um posto na tabela tornou a partida limitada nos pontos de vista ofensivo e técnico, e com sobra de marcação e chutões. O Botafogo foi levemente superior e soube contra-atacar melhor, mas sentiu falta do melhor momento da dupla Jobson e Bill. O time de São Januário, por sua vez, espera com ansiedade o retorno de Dagoberto e Marcinho, contundidos, para reforçar o ataque. 

Os dois times adotaram estratégias parecidas na primeira etapa. Sem a bola marcavam com quase o time inteiro, deixando apenas os centroavantes adiantados, para tentar o contra-ataque. Nenhum deles, no entanto, jogava bem. Eram raras as sequências de troca de passes e grande o número de faltas.

O Botafogo criou melhores chances, pois soube aproveitar as jogadas de bola parada. Primeiro, em cobrança de falta, Carleto bateu bem exigindo grande defesa de Jordi. Pouco depois, Giaretta ainda acertou a bola no travessão e, no rebote, Bill quase marcou, mas Jordi impediu mais uma vez.

O jogo se encaminhava para o intervalo quando Madson surpreendeu a defesa botafoguense com um ótimo passe em profundidade para Gilberto, que invadiu a área e bateu na saída de Renan para abrir o placar. Assim que a partida recomeçou, o Botafogo tratou de responder. Após cobrança de escanteio, aos 5 minutos, o zagueiro Roger Carvalho subiu mais alto e empatou.

A partida seguiu muito brigada na segunda etapa, com muita marcação, correria, mas pouca qualidade. A equipe vascaína carecia de força no meio-campo, então investia com Madson e Christiano nas laterais, que tentavam encontrar os atacantes Thalles e Gilberto na área, sem sucesso.

O Botafogo tentava muitos lançamentos para Jobson usar a velocidade. O atacante não estava em seu melhor dia, porém, teve uma ótima oportunidade defendida por Jordi. O jogo não saiu disso e terminou com o placar limitado assim como a postura dos dois times, que saíram de campo sob vaias das torcidas.

FICHA TÉCNICA 

VASCO 1 x 1 BOTAFOGO

VASCO - Jordi; Madson, Rodrigo, Anderson Salles, Christiano; Serginho (Lucas), Guiñazu, Julio dos Santos, Jhon Cley (Thalles); Yago (Lorran) e Gilberto. Técnico - Doriva.

BOTAFOGO - Renan; Gilberto, Renan Fonseca, Roger Carvalho (Alisson), Carleto; Diego Giaretta, William Arão; Gegê (Élvis), Tomás; Jobson e Bill (Tássio). Técnico - René Simões.

GOLS - Gilberto, aos 43 minutos do primeiro tempo. Roger Carvalho, aos 5 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Grazianni Macial Rocha.

CARTÕES AMARELOS - Serginho, Guiñazu, Madson (Vasco); Gegê, Bill, Tássio (Botafogo)

PÚBLICO - 21.655 pagantes (25.047 no total)

RENDA - R$ 694.520,00.

LOCAL - Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro.

Mais conteúdo sobre:
futebol Campeonato Carioca Vasco Botafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.