Wilton Junior/ Estadão
Wilton Junior/ Estadão

Vasco e Fla fazem jogo ruim e empatam sem gols na ida da semifinal

Com 25 mil presentes, clássico não tem muitas chances de gol

MARCIO DOLZAN, Estadão Conteúdo

12 de abril de 2015 | 18h25

Vasco e Flamengo ficaram num empate sem gols na primeira partida entre as equipes pela semifinal do Campeonato Carioca. Jogando no Maracanã, os times fizeram uma partida nervosa e de poucas chances claras de gol. Com o resultado de 0 a 0, o Flamengo joga por novo empate no próximo domingo para avançar à decisão.

Moroso, com muitos passes errados e falhas primárias no momento da finalização, o primeiro tempo do clássico nem parecia jogo de semifinal de campeonato. À exceção de uma defesa à queima-roupa de Paulo Victor e outra de Martín Silva, o que se viu foi uma etapa inicial fadada a terminar com placar em branco.

O Vasco, mesmo assim, foi um pouco melhor. Julio dos Santos tinha boa saída de bola pelo meio e Yago aparecia bem pelo lado esquerdo do ataque. Mais centralizado, Gilberto sofria com a forte marcação - e acabou vítima de uma "solada" no rosto, o que lhe rendeu um corte e um cartão amarelo para Jonas, logo depois substituído por Vanderlei.

A alteração, ainda aos 17, teve pelo menos um ponto positivo ao Flamengo: o time ganhou velocidade no contra-ataque e mais poder de fogo pelo lado direito. Mas isso tudo acabou se demonstrando improdutivo porque os jogadores de área, Marcelo Cirino e Alecsandro, abusaram de chutes para fora ou mesmo das furadas em bola na hora da conclusão.

Na etapa final, o Flamengo voltou um pouco melhor. Everton passou a buscar o jogo no meio campo e a explorar o lado esquerdo. Aos 13, Luxemburgo sacou Alecsandro e colocou Paulinho, dando ao time rubro-negro mais velocidade na frente.

Ao Vasco, coube tentar o contragolpe. E, sentindo que a jogada em velocidade seria das poucas alternativas da equipe, Doriva promoveu a entrada do atacante Dagoberto na vaga de Marcinho, que pouco produziu na criação.

Foi num contra-ataque que o time alvinegro teve sua melhor chance no segundo tempo. Aos 37, após arrancada pela direita, a bola foi alçada na grande área e Bernardo apareceu livre por trás da zaga. O chute, porém, parou em mais uma grande defesa de Paulo Victor. E o placar seria mesmo o 0 a 0.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 0 X 0 FLAMENGO

VASCO - Martín Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Christiano; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos (Bernardo) e Marcinho (Dagoberto); Yago (Rafael Silva) e Gilberto. Técnico -Doriva.

FLAMENGO - Paulo Victor; Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas (Everton), Canteros e Márcio Araújo; Gabriel (Arthur Maia), Alecsandro (Paulinho) e Marcelo Cirino. Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

ÁRBITRO - João Batista de Arruda.

CARTÕES AMARELOS - Jonas, Yago, Wallace, Everton, Marcelo Cirino, Christiano, Anderson Pico, Paulinho, Gilberto e Luan.

RENDA - R$ 1.005.085,00.

PÚBLICO - 21.289 pagantes (24.747 presentes).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.