Arquivo/AE
Arquivo/AE

Vasco e Flamengo fazem duelo em Maracanã lotado

Derrota pode significar queda de Cuca no time rubro-negro; clube de São Januário busca manter a boa fase

Fabio Lacerda, Agencia Estado

22 de março de 2009 | 09h03

O primeiro clássico entre Vasco e Flamengo em 2009 apresenta algumas coincidências e divergências que apimentam a partida sem a necessidade de os jogadores trocarem insinuações antes de a bola rolar, neste domingo, às 18 horas, no Maracanã. Enquanto o Vasco possui quatro atletas que já disputaram o clássico, o Flamengo tem três debutantes.

Veja também:

tabela Estadual do Rio 2009 - Classificação / Resultados / Calendário

link Botafogo enfrenta o Duque de Caxias com seriedade

link Fred decide, e Fluminense bate Bangu de virada

As duas equipes entram em campo em situações interessantes. Uma derrota pode gerar comportamentos distintos tanto em São Januário quanto na Gávea. O Vasco ainda se mantém na zona de classificação à fase semifinal da Taça Rio independentemente dos outros resultados. No Flamengo, um revés pode tornar muito delicada a situação de Cuca, cujo trabalho já vem sofrendo críticas de conselheiros importantes do time rubro-negro.

Pelo lado cruzmaltino, apenas quatro jogadores (Tiago, Fernando, Amaral e Alex Teixeira) disputaram uma das partidas de maior rivalidade no País. No rubro-negro, Éverton Silva, Wilians e Zé Roberto debutam no duelo número 210 - em campeonatos cariocas - entre os dois clubes de maior torcida do Rio.

Josiel já sentiu o clima da partida no último Campeonato Brasileiro e tem-se cobrado para melhorar seu desempenho, mesmo como artilheiro do Flamengo na temporada com seis gols. "Estou satisfeito com os gols que têm surgido, mas, analisando de maneira geral, ainda estou um pouco abaixo do que posso render", comentou o camisa 9, cujo contrato tem validade até junho.

No Vasco, o capixaba Ramon falou sobre a magnitude do clássico para um atleta que atua no Rio. Ele está na expectativa de ver o Maracanã lotado, o que traria um charme a mais para o jogo. "Todo atleta que joga aqui sonha disputar um Vasco e Flamengo, o maior clássico do Brasil. Será a realização de um sonho", disse o jovem lateral, que já despertou o interesse da diretoria cruzmaltina em adquirir em definitivo seus direitos federativos, vinculados ao Internacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.